RESEX do Baixo Juruá

General information

Baixo Juruá
Reserva Extrativista
Federal
Uso Sustentável
187.982 (Decreto - s/n - 01/08/2001)
2001
Central da Amazônia
Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
Deliberativo
2008
Javascript is required to view this map.

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municipality Population (IBGE 2007) Non-urban population (IBGE 2001) Urban population (IBGE 2001) State Municipality area (ha) CA area in the municipality (ha) CA area in the municipality (%)
Uarini 9859 6432 3822 AM 1.024.622 69.689 38.33 %
Juruá 8658 3532 3052 AM 1.940.042 112.101 61.67 %

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.

2844.74 ha

Characteristics

Characteristics

A Reserva Extrativista do Baixo Juruá, esta localizada nos municípios de Juruá e Uarini/AM, distante 1.200 Km aproximadamente da capital Manaus, por via fluvial.
A Reserva abriga uma série de comunidades, algumas delas com cultura bem tradicional amazônica e outras que já sofrem influência de diversos modelos culturais nacionais e internacionais, como por exemplo hábitos de consumo, de comportamento e de domínio lingüístico. Algumas destas comunidades são assediadas com a presença do estado, enquanto que outras possuem muito pouco contato com a realidade fora da regionalidade.
Estas comunidades são em sua grande maioria ribeirinhos que se organizam em pequenas comunidades nas margens do rio Juruá ou mata a dentro às margens de lagos e igarapés. Grande parte destas comunidades apresentam traços fortíssimos de etnia indígena local sendo que em algumas, percebe-se claramente a presença de etnia brasileira que compõe as diferentes regiões do território nacional.
A base alimentar destas comunidades é o peixe e a farinha de mandioca em sua totalidade e incrementados com caça de animais silvestres e coleta de frutas, raízes e folhas do ambiente natural. Muitas comunidades ainda possuem outros animais como fonte de alimentação ou simplesmente como poupança em forma de proteína animal viva, como galinha, pato, porco e gado.
Muitos comunitários percebem um aumento na degradação de alguns ambientes ao longo dos anos, acusando a sobre pesca de determinadas espécies de peixe em lagos e rios e captura de de quelônios e outros animais silvestres, a responsabilidade por esta degradação.
A falta de informação também contribui para esta degradação e a ausência de diálogo entre os diversos setores da sociedade na discussão e elaboração de planos de desenvolvimento e alternativas econômicas regionais, impulsionam as comunidades para um modelo que não segue as regras de sustentabilidade, bem como o descumprimento de normas estabelecidas, muitas delas discutidas em bases comunitárias partícipes do processo de formação da reserva, ocasionando conflitos e contribuindo para o impedimento no levantamento de dados importantes para avaliações e criação de atividades de manejo, bem como avaliação correta dos indicadores de eficiência da reserva.
Apesar de o estado brasileiro destinar profissionais competentes, como é o caso do IBAMA/Tefé, para gerenciar o ambiente, estes são insuficientes para atender ao enorme fluxo de ocorrências uma vez que a área é relativamente grande e os obstáculos naturais são desfavoráveis.
Destaca-se também na reserva a abundância de peixes, a exuberância da floresta e a ausência quase que absoluta da destruição provocada pelo homem em grandes escalas, salvo pequenos espaços destinados ao cultivo de mandioca e outros alimentos e a presença em pequena parcela de criação de gado, que merece atenção e acompanhamento no seu crescimento. Fora isso, nota-se um mundo fértil para as fantasias, entendimento para o comportamento de muitas espécies animais e vegetais e espaço apropriado para pesquisas acadêmicas em diversas áreas.
Fonte: http://www.ecv.ufsc.br - Acesso: fev/08).

Observations

Reunião para tratar de assunto referente a elaboração do Plano de Proteção das Reservas Extrativistas Juruá e Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uacari, 07 a 14/11/2014.
(DOE AM 13/11/2014)

PORTARIAS DE 9 DE JULHO DE 2013
No- 280-Designar ISAURA DE OLIVEIRA BREDARIOL, CPF
107.090.137-79, para exercer os encargos de substituto do Chefe de
Unidade de Conservação II, Código DAS-101.1, da Reserva Extrativista
Baixo Juruá/AM, do Instituto Chico Mendes de Conservação
da Biodiversidade, nos afastamentos, impedimentos legais ou
regulamentares do titular e na vacância do cargo.
(DOU 10\07\2013)

PREGÃO N 54/2010
Comunicamos a suspensão da licitação supra citada, publicada
no DOU em 17/12/2010 . Objeto: Pregão Eletrônico - Assistência
técnica para operação de planos de manejo, apoio ao extrativismo,
beneficiamento e comercialização de óleo de andiroba
junto a comunidades da RESEX do baixo Juruá e ao extrativismo,
beneficiamento e comercialização de óleos de andiroba e copaíba
junto às comunidades de Cabeceira do Amorim, Limão tuba e Suruacá,
localizadas no município de Santarém/PA.
LUÍS DIONÍSIO PAZ LAPA
Pregoeiro
(DOU 30/12/2010)

PREGÃO N 54/2010
Objeto: Pregão Eletrônico - Assistência técnica para operação de planos de manejo, apoio ao extrativismo, beneficiamento e comercialização de óleo de andiroba junto a comunidades da RESEX do baixo Juruá e ao extrativismo,beneficiamento e comercialização de óleos de andiroba e copaíba junto às comunidades de Cabeceira do Amorim, Limão tuba e Suruacá, localizadas no município de Santarém/PA. Total de Itens Licitados: 00003 . Edital: 17/12/2010 de 09h00 às 11h00 e de 14h às 17h00 . ENDEREÇO: SCEN Trecho 02 Lote 04 Asa Norte - BRASILIA - DF . Entrega das Propostas: a partir de 17/12/2010 às 09h00 no site www.comprasnet.gov.br . Abertura das Propostas: 29/12/2010 às 16h00 site www.comprasnet.gov.br
LUÍS DIONÍSIO PAZ LAPA - Pregoeiro
(DOU 17/12/2010)


Physical Aspects

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Não pertinente.

Biomes

Biome % in the CA
Amazônia 100.00

Fitofisionomias

Vegetation (water courses excluded) % in the CA
Floresta Ombrófila Densa 100.00

Watersheds

Watershed % in the CA
Jurua 100.00
Pressures
Ocupação urbana do entorno
Pesca Ilegal
Caça Ilegal

Contacts

Endereço para Correspondência (Ibama):
Rua Ministro João Gonçalves de Souza, S/Nº - KM 01- BR 319, Distrito Industrial
CEP: 69.075-830 - Manaus - AM
Tel: (92) 613-3080/613-3094/613-3096/613-3277/613-3261
Fax: (92) 613-3095

Coordenadoria Regional (ICMBio): Caio Marcio Paim Pamplona
Endereço CR: Av. do Turismo, 1350 - Tarumã
CEP: 69041-010 - Manaus - AM
Tel: (92) 3613-3080
(92) 3232-7040
(92) 3303-6443
Email: cr.manaus@gmail.com


News

The news published here are searched daily in different sources and transcribed here as shown in the original location. The Instituto Socioambiental does not take any responsibility for errors or opinions published in those texts.
Title Publishing datesort icon
Expedicao marca area de varzea da Reserva do Jurua 04/04/2016
Tres mil filhotes de tartaruga sao soltos no Rio Jurua 22/12/2015
Protagonismo juvenil nas UC e tema de curso 04/09/2015
Jose Melo assina decreto que regula a pesca manejada do pirarucu e torna o Amazonas pioneiro em modelo sustentavel no Pais 23/07/2015
Pesquisa busca identificar biodiversidade de mamiferos em areas protegidas da regiao do rio Jutai (AM) 07/07/2015
Conselheiros do Baixo Jurua se reunem 20/05/2015
XI Reuniao do Conselho Deliberativo da RESEX do Baixo Jurua (AM) define prioridades e Plano de Acao da UC 11/05/2015
Sustentabilidade, saude e agua potavel em comunidades localizadas dentro de reservas 05/05/2015
Jurua reune conselheiros em acao de mobilizacao 24/04/2015
Em expedicao ao longo do rio Jutai, no Amazonas, pesquisadores avaliam biodiversidade de peixes 25/03/2015
Tecnologias sociais garantem agua potavel na Amazonia 09/03/2015
Parceria entre Instituto Mamiraua e ICMBio vai produzir inventario da fauna em seis areas protegidas no Amazonas 06/03/2015
Na reta final da campanha, Dilma decide criar areas protegidas na Amazonia 29/09/2014
MPF/AM: comunidades de seis reservas extrativistas no AM conseguem regularizacao fundiaria 06/06/2014
Resex do Baixo Jurua realiza IX Reuniao do Conselho Deliberativo 07/01/2014
O longo caminho da regularizacao das UCs de uso sustentavel 05/11/2013
Familias de Reserva Extrativista no Para recebem apoio do Servico Florestal 23/10/2012
Luz para Todos nao chega a populacao de Unidades de Conservacao do Amazonas 26/08/2012
Resex do Baixo Jurua elabora regimento para o manejo do Pirarucu 07/05/2012
ICMBio promove encontro de conselheiros do Medio e Alto Solimoes 26/04/2012
Contratacoes de R$ 1,3 mi beneficiam comunidades na Mata Atlantica e Amazonia 26/01/2012
Projeto PNUD seleciona profissionais para ocuparem o cargo de consultor tecnico no ICMBio 20/01/2012
Ribeirinhos do rio Jutai (AM) pedem agilidade para regularizacao fundiaria de Resex 23/12/2011
RESEX do Rio Jutai quer pressa na regularizacao fundiaria 21/12/2011
RESEX do Baixo Jurua realiza reuniao do Conselho Deliberativo 30/11/2011
Reserva Extrativista do Medio Jurua realiza Manejo do Pirarucu 30/09/2011
Unidades de conservacao da Amazonia possuem animais ameacados de extincao 08/04/2011
Publicados planos de manejo de mais duas reservas extrativistas 21/03/2011
Floresta Nacional de Tefe cria seu conselho consultivo 15/03/2011
Aves machos da Amazonia dancam para seduzir femeas 14/06/2010
Flonas Amana e Crepori, na BR-163, recebem plano de manejo 09/03/2010
MMA transforma 6,2 milhoes de hectares em Unidades de Conservacao 09/03/2010
Portaria institui o Plano de Manejo da Resex Baixo Jurua 18/11/2009
Comeca temporada de pesca manejada do pirarucu nas reservas extrativistas do Amazonas 05/10/2009
Resex do Baixo Jurua promoveu curso de atualizacao de agentes ambientais voluntarios (AAVs) 05/06/2009
Mais uma reserva extrativista da Amazonia ganha plano de manejo e conselho deliberativo 25/02/2009
Reservas da Amazonia ganham aporte de R$ 7,9 milhoes para elaboracao de 49 planos de manejo 13/11/2008
Reserva Extrativista Baixo Jurua tera plano de manejo 07/11/2008
Analistas de UCs da Amazonia recebem capacitacao para manutencao de embarcacoes 16/07/2008
Aprovado Plano de Utilizacao da Reserva Extrativista do Baixo Jurua 17/06/2008
Resex do Baixo Jurua faz oficina de arte 06/11/2006
Oleaginosas podem gerar emprego e renda para comunidades da regiao Amazonica 31/10/2006
Incra e Ibama fazem parceria na Amazonia 12/09/2002
FHC cria Reserva no Rio Jutai 17/07/2002
Reservas ganham beneficios 05/12/2001
Incra reconhece Reservas Extrativistas do Ibama como areas de assentamento 04/12/2001

Juridical Documents

Document type Number Document action Document date Publishing datesort icon Observation Documento na íntegra
Portaria 77 Conselho 27/06/2014 02/07/2014 Modifica a composição do Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista do BaixoJuruá, no estado do Amazonas, conforme o Processo ICMBio no 02070.000858/2014-80 Download PDF
Portaria 27 Conselho 10/03/2010 11/03/2010 Aprova alteração na composição do Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista Baixo Juruá. Download PDF
Portaria 89 Instrumento de gestão - plano de manejo 16/11/2009 16/11/2009 Aprova o Plano de Manejo Participativo da Reserva Extrativista Baixo Juruá/AM, cujo extrato do conteúdo consta do Anexo A da presente Portaria. Download PDF
Portaria 85 Conselho 04/11/2008 05/11/2008 Cria o Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista Baixo Juruá, com a finalidade de contribuir com ações voltadas à efetiva implantação e implementação do Plano de Manejo dessa Unidade e ao cumprimento de seus objetivos. Download PDF
Decreto s/n Criação 01/08/2001 02/08/2001 Cria a Reserva Extrativista do Baixo Juruá com o objetivo de assegurar o uso sustentável e a conservação dos recursos naturais renováveis, protegendo os meios de vida e a cultura da população extrativista local. Ficam declarados de interesse social, para fins de desapropriação pelo Ibama, os imóveis constituídos de terras e benfeitorias existentes nos limites descritos no decreto. Download PDF


comments powered by Disqus