ESEC do Rio Madeirinha

General information

Rio Madeirinha
Estação Ecológica
Estadual
Proteção Integral
13.683 (Decreto - 1.799 - 04/11/1997)
1997
Coordenadoria de Unidades de Conservação
Consultivo
2014
Javascript is required to view this map.

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municipality Population (IBGE 2007) Non-urban population (IBGE 2001) Urban population (IBGE 2001) State Municipality area (ha) CA area in the municipality (ha) CA area in the municipality (%)
Colniza 27882 MT 2.794.765 13.071 110.9 %

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.


Characteristics

Characteristics

Olhando para cima é possível que se enxergue toda a exuberância da Estação ecológica do Rio Madeirinha. Isso porque uma de suas principais características é a existência de árvores imensas - geralmente acima de 25 metros de altura, que compõem um cenário exuberante no interior da Floresta Amazônica. A Estação localiza-se no noroeste do estado, próxima à divisa com os estados do Amazonas e Rondônia, e à margem direita do Rio Madeirinha. A vegetação predominante da região é a floresta ombrófila. Quanto à fauna, é preciso ressaltar sua característica de refúgio natural. A forte compartimentação do relevo, por outro lado, oferece distintas possibilidades de habitats, aumentando as chances de alta diversidade de fauna e de flora. Os principais problemas que ameaçam a Estação são a presença de madeireiras e de garimpos no entorno da região. (Fonte: Unidades de Conservação do Mato Grosso-FEMA, 2002).

Situa-se no extremo noroeste do estado de MT, próximo a divisa com os estados do Amazonas e Rondônia, em uma região de baixa densidade demográfica, fora das zonas de expansão agro-pastoril que se formam no norte de MT e noroeste de Rondônia, exibindo ainda um alto nível de conservação dos seus recursos naturais. Sua importância ecológica refere-se, sobretudo, ao fato de representarem porções íntegras da parte meridional da floresta Amazônica (fonte: DGA - Mato Grosso).

Observations

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO
SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE - SEMA
EXTRATO DO CONTRATO No 011/2016/SEMA
Processo n.: 334353/2015/SEMA
Contratante: Secretaria de Estado de Meio Ambiente - SEMA-MT.
Contratada: Toposat Ambiental Ltda-Epp.
Objeto: Contratação de empresa especializada na Prestação de Serviços Topográficos, Georreferenciamento, Demarcação com materialização e codificação de marcos, abertura de picadas; confecção de planta e memorial descritivo; sinalização do perímetro das UC'S e pontos de acessos, nos locais indicados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA). Apresentação de Peças Técnicas referentes às UC'S, Sendo: Parque Estadual do Tucumã, Estação Ecológica do Rio Madeirinha, Estação Ecológica do Rio Roosevelt, Reserva Extrativista Guariba Roosevelt, Parque Estadual Igarapés do Juruena, Parque Estadual do Xingu, Parque Estadual do Araguaia, Parque Estadual Serra de Santa Barbara, Parque Estadual Serra de Ricardo Franco para atender a Contratante.
Valor: O valor total do contrato é R$ 2.023.072,00 (dois milhões vinte e três mil e setenta e dois reais).
Dotação Orçamentária: Órgão - 27101, Projeto Atividade - 2085, Natureza da Despesa - 3390 3900, Fonte de Recurso - 161.
Vigência: A vigência do presente contrato será de 12 (doze) meses, contados a partir da data da assinatura do contrato.
Convênio: Contrato de repasse no 13.2.12651: Mato Grosso Sustentável /Fundo Amazônia.
Data de Assinatura: 21/03/2016.
Assinam: Maria Fernanda Corrêa da Costa - Secretária Executiva de Meio Ambiente - SEMA
Mário Maurício Vasquez Beltrão - Representante da Contratada
(DOE MT 05/04/2016)

Não possui Estudo, Levantamento Cadastral e Fundiário. (Site FEMA/março de 2003)


Physical Aspects

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Não pertinente.

Biomes

Biome % in the CA
Amazônia 100.00

Fitofisionomias

Vegetation (water courses excluded) % in the CA
Floresta Ombrófila Aberta 100.00

Watersheds

Watershed % in the CA
Madeira 100.00

Contacts

Secretaria de Estado de Meio Ambiente - SEMA/MT
Rua C, esquina com a Rua F - Centro Político Administrativo
CEP: 78050-970 - Cuiabá - MT


Juridical Documents

Document type Number Document action Document date Publishing datesort icon Observation Documento na íntegra
Portaria 607 Conselho 15/12/2014 18/12/2014 Cria o Conselho Consultivo Da Estação Ecológica do Rio Madeirinha. Download PDF
Edital s/n Regularização fundiária 17/10/2014 17/10/2014 Convocação da SEMA para proprietários e posseiros apresentarem documentos referentes aos imóveis situados nas Unidades de Conservação pendentes de regularização fundiária. Download PDF
Lei 7163 Criação 23/08/1999 23/08/1999 Fica criada a Estação Ecológica do Rio Madeirinha, com área aproximada de 13.682,9663ha (treze mil, seiscentos e oitenta e dois hectares, nove mil seiscentos e sessenta e três ares), localizada no Município de Aripuanã
Decreto 1.799 Criação 04/11/1997 04/11/1997 Fica criada a Estação Ecológica do Rio Madeirinha, com área aproximada de 13.682,9663 ha (treze mil, seiscentos e oitenta e dois hectares), localizada no Município de Aripuanã-MT para assegurar a conservação de amostras de ecossistema, da diversidade biológica e proporcionar oportunidades controladas para educação e pesquisas científicas (DOE 4/11/97). Download PDF


comments powered by Disqus