Iniciativa privada vai gerir áreas ambientais

O Globo, O País, p. 12 - 21/10/2011
Iniciativa privada vai gerir áreas ambientais
No Rio, parques nacionais da Tijuca, de Itatiaia e Serra dos Órgãos servirão de pilotos; Jericoacoara também entrará

BRASÍLIA. O governo resolveu que abrirá a gestão de parques nacionais e áreas de preservação ambiental para a iniciativa privada. Os ministérios do Meio Ambiente e do Planejamento assinaram ontem um acordo que permite a entrada de Parcerias Público-Privadas (PPPs) nas 310 unidades de conservação federais. A ideia é melhorar os serviços prestados aos visitantes com trilhas bem conservadas, banheiros, lojas de presentes e estacionamentos.
Com a proximidade de eventos de grande porte como a Rio+20, em 2012, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas, em 2016, o governo quer preparar melhor seus parques para atrair turistas estrangeiros e brasileiros. Dez parques foram escolhidos para serem pilotos: Tijuca (RJ), Serra dos Órgãos (RJ), Itatiaia (RJ), Jericoacoara (CE), Ubajara (CE), Sete Cidades (PI), Serra das Confusões (PI), Fernando de Noronha (PE), Chapada dos Guimarães (MT) e Lençóis Maranhenses (MA).
Segundo a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o governo não está privatizando os parques e sim modernizando a gestão dessas áreas, que penam com a falta de funcionários e de recursos. Ela espera que até o meio do ano que vem as primeiras PPPs já comecem a funcionar. Além da gestão das Unidades de Conservação, o governo discute com outros ministérios formas de melhorar a infraestrutura de acesso e hospedagem nesses locais.
- Não se trata de privatização, e sim de implementação de serviços e busca de instrumentos de gestão inovadores. Temos que avançar nas estratégias de conservação da biodiversidade, modernizar os modelos de gestão - disse.
Os estudos para a estruturação dos projetos serão financiados com recursos doados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O Globo, 21/10/2011, O País, p. 12
UC:Parque

Related Protected Areas:

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.