The news published here are searched daily in different sources and transcribed here as shown in the original location. The Instituto Socioambiental does not take any responsibility for errors or opinions published in those texts.

Surgiu - http://surgiu.com.br/
09/04/2016
Comunidade quilombola do Rio Novo recebe orientacoes da gestao da APA do Jalapao

A gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) do Parque Estadual do Jalapão, promoveu nesta quinta-feira, 7, com o apoio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o II encontro com a comunidade quilombola do Rio Novo. A reunião teve como objetivo estreitar e fortalecer a relação entre a instituição e os comunitários daquela região.

A reunião teve inicio com uma roda de conversa sobre a percepção da comunidade sobre os efeitos do fogo bom e os incêndios, bem como as consequências negativas para os recursos naturais. Em seguida foi apresentada a revisão do mapa falado, para o aprimoramento de estratégias para 2016.

Outros temas de interesse da comunidade foram abordados, a exemplo do destino dos resíduos sólidos e a Instrução Normativa no 02/2005, que trata sobre os procedimentos para a emissão da licença de coleta e manejo do capim dourado. Também foi tema de destaque a Portaria no 042/2016, que refere sobre a proteção ao pato mergulhão, além da Linha Verde, 0800 83 11 55, canal de denúncias de crimes ambientais de acesso ao cidadão. Por fim ocorreu o agendamento das queimas.

Para a Supervisora de Gestão de Unidade de Conservação, Rejane Ferreira Nunes, a elaboração do calendário de manejo do fogo de forma integrada é fundamental. Ela explica que os pequenos produtores da comunidade usam o fogo como alternativa de renovação da pastagem e do capim dourado, além de proteção dos brejos e rios. "Desde o ano passado, a APA do Jalapão em parceria com a Prefeitura de Mateiros, vem dialogando com os comunitários, tendo o Manejo Integrado do Fogo (MIF) como uma das estratégias de gestão".

Educação ambiental

Com a proposta de despertar nas crianças do lugar a educação ambiental, o voluntário Delmar Camilo Soares desenvolveu um trabalho sobre a percepção ambiental, que finalizou com a confecção de um livrinho de poesias feito com material reciclado.

O encontro foi realizado, com apoio do Projeto Cerrado-Jalapão e contou com a participação dos comunitários, dos brigadistas da Prefeitura de Mateiros, Adão Silva de Oliveira e Ronan Mamédio de Moura. Além dos agentes do MIF do Parque Estadual do Jalapão, Reinaldo Tavares de Sousa e Aislane Lisboa Marques.

Além da supervisora da APA, Rejane Ferreira Nunes, estiveram a frente da organização do evento, a assessora Técnica da GIZ e moderadora do encontro, Cassiana Solange Moreira, o agente de Manejo do Projeto Cerrado-Jalapão, Adão Batista Sousa e o voluntário da APA, Delmar Camilo Soares.

http://surgiu.com.br/noticia/237152/comunidade-quilombola-do-rio-novo-re...