Parque do Charapucu terá inventário da ictiofauna

Agência Pará - http://www.agenciapara.com.br/ - 16/05/2013
Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), em parceria com a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e o Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros do Litoral Norte (Cepnor), iniciaram neste bimestre a as atividades de campo do inventário da ictiofauna (conjunto das espécies de peixes) do Parque Estadual do Charapucu, no município de Afuá, arquipélago do Marajó, que subsidiará a elaboração do plano de manejo da Unidade de Conservação (UC).

A equipe, composta por especialistas da Sema, do Cepnor e por professores e alunos do curso de Engenharia de Pesca da UFRA, têm feito as devidas coletas nos rios Preto, Ipixuna, Tabocal, Mocambo, Cajari, Anigalinho, Timbó, Medonho, Furo Igapuia e Furo do Céu, localizados no Parque, e no entorno dos rios Jururá, Gama, Cajari e Santa Luzia. Para a captura dos peixes estão sendo utilizadas rede de arrasto tipo "try-net", de espera de mono e multifilamento, e com diferentes tamanhos de malhas e tapagem. Os peixes capturados serão depositados na coleção de peixes do Cepnor.

A parceria com centros de referências em pesquisa como a UFRA, e o Cepnor, representa um avanço para a gestão do Parque. "Entendemos que a gestão de uma área protegida não pode ser feita de forma isolada da pesquisa científica. Partimos da premissa que a pesquisa deve subsidiar a administração dessas áreas para que se cumpra a finalidade da unidade de conservação", observa Julio Meyer, gerente do Parque do Charapucu.

O Parque Estadual Charapucu foi criado pelo Decreto Estadual No 2592, de 09 de novembro de 2010, com área de 65.181,94 hectares, e é gerenciado pela Sema, por meio da Diretoria de Áreas Protegidas.



http://www.agenciapara.com.br/noticia.asp?id_ver=126239
UC:Parque

Related Protected Areas:

  • UC Charapucu
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.