Estado quer cobrança de taxa para visitantes na Ilha Grande

O Globo, Rio, p. 16 - 04/05/2015
Estado quer cobrança de taxa para visitantes na Ilha Grande
Inea conclui esboço de projeto que será enviado ao Legislativo

Paulo Roberto Araújo

RIO - A Ilha Grande, na Costa Verde, pode ser o próximo paraíso ecológico brasileiro com cobrança de uma taxa para visitantes, assim como ocorre em Fernando de Noronha. Os turistas terão de contribuir com a preservação, caso o plano de ordenamento turístico seja aprovado pela Assembleia Legislativa (Alerj). O esboço do projeto foi elaborado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e já está nas mãos do governador Luiz Fernando Pezão.
A Ilha Grande comporta 20 mil pessoas, sendo 7 mil na Vila do Abraão, principal porta de entrada. A Praia do Aventureiro, única que tem atualmente acesso controlado mas sem cobrança de taxas, pode receber no máximo 570 pessoas.
O principal objetivo da iniciativa é o controle da chegada à Vila do Abraão, onde moram 4 mil pessoas atualmente. Além da taxa de controle ambiental, o projeto prevê a instalação de catracas nos pontos de embarque de Angra dos Reis, Mangaratiba e Conceição de Jacareí e no desembarque na Vila do Abraão.
Segundo o secretário-executivo do Conselho de Desenvolvimento Sustentável da Baía da Ilha Grande (Consig), Valdir Siqueira, que fez parte do grupo de trabalho do plano de ordenamento, o dinheiro da taxa vai custear as despesas do controle de acesso e campanhas de preservação ambiental. O secretário estadual do Ambiente, André Corrêa, disse que o valor a ser cobrado ainda está sendo estudado. Em Fernando de Noronha, o custo é de R$ 51,40 por pessoa.
- Quando definirmos o preço do ingresso teremos valores diferenciados, ou mesmo isenção, para cadastrados no Bolsa Família e idosos, por exemplo. O objetivo não é elitizar, e sim proteger. Foi feito um estudo de capacidade de suporte por região e atrativo. Hoje sabemos qual a capacidade de cada lugar da ilha. Mas o poder público não tem braços para gerir com a eficiência necessária este santuário. Estamos estudando uma modelagem de gestão. Minha intenção é conceder a gestão do Parque Estadual da Ilha Grande, através de uma Parceria Público-Privada (PPP) - adiantou o secretário.
A superlotação da Ilha Grande é o tema de uma reunião que será realizada no dia 18 no Convento do Carmo, em Angra, envolvendo todos os órgãos que direta ou indiretamente têm responsabilidades para fiscalizar o transporte marítimo e o meio ambiente no principal destino turístico da Costa Verde.
Na semana passada, o governo estadual lançou os editais para as obras de saneamento básico e urbanização da Vila do Abraão, no valor de R$ 23,7 milhões financiados pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contrapartida estadual.

O Globo, 04/05/2015, Rio, p. 16

http://oglobo.globo.com/rio/estado-quer-cobranca-de-taxa-para-visitantes-na-ilha-grande-16049219
UC:Parque

Related Protected Areas:

  • UC Ilha Grande (PES)
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.