Fundo nacional de desenvolvimento florestal

Criado em 2006 pela Lei Nº 11.284 para promover o desenvolvimento de atividades florestais sustentáveis no país, e incentivar a inovação tecnológica do setor. O Fundo, atualmente em processo de implementação, receberá uma porcentagem (ao menos 20%) da renda obtida de concessões florestais, que será investida em projetos realizados por agências governamentais ou por organizações privadas não lucrativas. A administração do Fundo é compartilhada por três agências: o IBAMA está encarregado do monitoramento ambiental dos planos de manejo florestal; o Serviço Florestal Brasileiro fiscaliza o cumprimento das obrigações contidas nos contratos de concessão; e ao menos a cada três anos devem ser realizadas auditorias independentes das atividades florestais.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente, acesso ao site em setembro de 2010.