As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

G1 - http://g1.globo.com/
10/10/2016
Aeroporto internacional avaliado em R$ 17 milhoes esta subutilizado no PI

Terminal está localizado em São Raimundo Nonato, 517 km ao Sul do estado.
Obra facilitaria acesso de turistas ao Parque Nacional Serra da Capivara.

O Aeroporto Internacional Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, Sul do Piauí, foi inaugurado há um ano e demorou mais de uma década para ser construído, custando aos cofres públicos aproximadamente R$ 17 milhões. O terminal localizado a 517 Km da capital piauiense fica na maior parte do tempo vazio já que há apenas quatro voos regulares por semana.

Segundo o secretário de transportes do Piauí, Guilhermano Pires, alega que vem se esforçando para manter o aeroporto funcionando, mais que precisa de investidores.

"Infelizmente os investidores até agora não têm demonstrado interesse nem de investir na parte hoteleira, já que nós temos uma parte hoteleira insipiente em São Raimundo, como também na questão do transporte, seja ele aeroviário com voos regulares ou através de agências tanto no Brasil quanto no Interior", disse.

O aeroporto teria como principal utilidade facilitar o acesso de 25 mil turistas brasileiros e estrangeiros que visitam por ano o Parque Nacional da Serra da Capivara, que é considerado pela ONU, patrimônio cultural da humanidade. Apesar de o aeroporto receber o título de internacional, grandes aviões não podem pousar por que a pista de pouso ficou pequena.

A arqueóloga Niède Guidon, presidente da Fundação Museu do Homem Americano (FUNDHAM), que administra o Parque, diz que a pista não tem condições para receber aeronaves de grande porte. "É viável que ele seja realmente um aeroporto internacional, uma pista que permita aviões grandes e sobretudo que a cidade tenha uma infraestrutura para o turismo", disse.
Por falta de interesse das empresas aéreas, a única companhia que voa no aeroporto é subsidiada pelo governo do estado, e tem a capacidade máxima de transportar 32 passageiros por voo. Os custos de manutenção do aeroporto, em um ano, chegam a R$ 4 milhões.

http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2016/10/aeroporto-internacional-ava...