As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

O Dia - http://odia.ig.com.br/
28/04/2013
Boas acoes para preservar o verde

Para comemorar o Dia da Baixada, amanhã, a Ong ecológica Onda Verde, de Nova Iguaçu, lançou um projeto que prevê o plantio de 100 mil mudas de árvore até o fim do ano. A Ong também vai iniciar projeto de coleta seletiva, que se propõe a instalar contêineres em dez bairros para a coleta de material reciclável.

O lançamento dos projetos marca os 159 anos de fundação da Baixada, uma das poucas regiões do Grande Rio onde as áreas de mata atlântica ainda estão preservadas, como a Reserva Biológica de Tinguá, em Nova Iguaçu.

Nesta cidade, a Ong iniciou o projeto de reflorestamento 'Tempo de Plantar'. O objetivo é plantar 100 mil mudas de árvores até dezembro. "O plantio de mudas está sendo feito em Tinguá e visa recuperar da mata às margens dos rios. Este será o maior plantio de mudas feito por uma Ong na Baixada", afirma Hélio Vanderlei, fundador da Onda Verde.

A Ong também lança no dia 17 de maio o projeto 'Coleta Seletiva'. A iniciativa prevê a instalação de contêineres em bairros para o depósito de materiais como garrafas pet, papel, papelão e latas. "O primeiro contêiner ficará no bairro de Santa Rita. Mas a meta é chegarmos a dez contêineres até o fim do ano", promete.

Em Queimados, uma parceria entre a Onda Verde e a prefeitura já começa a gerar os primeiros frutos. Desde março, cerca de 1.500 mudas de 58 diferentes espécies de árvores foram plantadas através do projeto 'Gestão Compartilhada', realizado no Parque Municipal Morro da Baleia. "Vamos plantar 50 mil árvores este ano. São espécies nativas da mata atlântica, como a maria preta, o ypê amarelo e a goiaba branca", revela Hélio.

O projeto também prevê a participação dos alunos das escolas municipais. A ideia é levá-los ao parque para conviverem com o meio ambiente e participarem do plantio.

Gincana estimula jovens a cuidarem do meio ambiente

Em Nilópolis, uma parceria entre as secretarias municipais de Cidadania, Meio Ambiente e Educação vai proporcionar uma cidade mais limpa até o fim do ano. É a 2ª Gincana Ecológica do município, que vai reunir milhares de alunos das redes municipal e estadual e também das escolas particulares da cidade.

"Os jovens vão arrecadar papel, latinha de alumínio, garrafa pet e óleo de cozinha para reciclagem", conta Rodrigo Amorim, secretário de Cidadania de Nilópolis.

A gincana começa em junho e vai até novembro. A equipe que conseguir o maior número de pontos nas atividades propostas será a vencedora e receberá prêmios, assim como a instituição que o aluno estiver representando.

Cidade dos Meninos pede socorro

Em Duque de Caxias, a Cidade dos Meninos luta para se livrar da contaminação do solo causada pelo despejo de hexacorociclohexano (HCH), conhecido como pó de broca, desde a década de 1940, quando lá funcionava uma fábrica do governo federal.

Segundo o secretário de Planejamento, Urbanismo e Habitação de Caxias, Luiz Edmundo Costa Leite, a região é de interesse ambiental e precisa ser descontaminada.

"São mais de 19 milhões de metros quadrados, com acesso ao Arco Metropolitano que devemos recuperar", afirma o secretário.

Usinas para seis cidades

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente, em parceria com as prefeituras de Nova Iguaçu, Nilópolis, Belford Roxo, Duque de Caxias, Queimados e São João de Meriti, criou o projeto 'Entulho Limpo na Baixada'. O objetivo é dar um fim aos entulhos das seis cidades.

"Vamos construir usinas nas cidades para moer o entulho e transformá-lo em outro material reutilizável", explica o secretário de Meio Ambiente, Carlos Minc.

Já para solucionar o problema do destinamento final do lixo, Minc explica que o estado está construindo dois polos recicladores em Duque de Caxias. "Ficarão prontos no segundo semestre", diz.

http://odia.ig.com.br/portal/rio/boas-a%C3%A7%C3%B5es-para-preservar-o-v...