As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
04/10/2011
Conselheiros do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange participam de capacitacao

Terminou no dia 27 de setembro o Ciclo de Capacitação sobre Plano de Manejo destinada ao Conselho Consultivo do Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange, unidade de conservação (UC) sob gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) localizado no litoral do estado do Paraná.

Trinta e cinco pessoas, entre conselheiros, moradores de comunidades rurais convidados e alunos do curso de Gestão Ambiental do Setor Litoral da Universidade Federal do Paraná (UFPR-Litoral) participaram das atividades que foram realizadas na cidade de Matinhos, onde está a sede administrativa da UC.

A Coordenação de Educação Ambiental e Capacitação do ICMBio, a UFPR-Litoral e a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) apóiaram a realização do evento. As atividades tiveram como tema discutir o Roteiro Metodológico do Plano de Manejo e foram conduzidas pela analista ambiental lotada na Floresta Nacional de Ipanema (SP) Ofélia Willmersdorf.

Entre as discuções feitas pelos participantes do encontro estavam: as etapas de elaboração de um Plano de Manejo, conforme o Roteiro Metodológico de Planejamento de Parque Nacional, Reserva Biológica e Estação Ecológica e as diferentes formas de participação da sociedade na construção do documento.

O destaque foram as informações relacionadas à consulta a órgãos públicos, promoção de oficinas abertas a todos os interessados e de reuniões com os representantes do Conselho Consultivo do Parque, além de pesquisadores que desenvolvem trabalhos na região.

Os resultados da reunião foram apresentados e discutidos pelos participantes, que foram divididos em quatro grupos. Entre os itens debatidos estavam uma das metodologias que serão utilizadas nas futuras oficinas, quando ajudarão a construir a Missão e a Visão de futuro do Parque, elementos que norteiam o planejamento da área.

Segundo Ofélia Willmersdorf a participação da populaçaõ no processo é fundamental e contribui com conhecimentos e opiniões desde a fase de diagnóstico - quando são coletadas informações sobre os aspectos sociais, econômicos, biológicos e físicos da região - até a fase de planejamento na Oficina de Planejamento Participativo (OPP).

http://www.icmbio.gov.br/comunicacao/noticias/20-geral/1888-parque-nacio...