As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

G1 - http://g1.globo.com/
10/04/2017
Conselhos vao atuar no combate a danos ambientais em areas de preservacao no AP

Cerca de 200 conselheiros de cinco unidades de conservação serão empossados na quarta-feira (12). Encontro discutiu ações de sustentabilidade.

Cerca de 200 conselheiros de cinco unidades de preservação ambiental no Amapá serão empossados na quarta-feira (12), durante o encerramento do Encontro de Conselheiros das Unidades de Conservação Estaduais, em Macapá. Os escolhidos vão atuar em ações de preservação e combate à danos ambientais no estado.

As Unidades de Conservação (UCs) são áreas protegidas para manter a diversidade biológica e promover o uso dos recursos naturais sustentáveis. O Amapá tem cinco unidades: a Floresta Estadual do Amapá (Flota), a Reserva Biológica do Parazinho, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Iratapuru e as Áreas de Proteção Ambiental (APAs) do Curiaú e da Fazendinha.

Para o secretário de estado do Meio Ambiente, Marcelo Creão, a atuação dos conselheiros vai ampliar o monitoramento nas áreas. Ele completa que o encontro em Macapá visa trocas de experiências e orientações quanto à manutenção das unidades de conservação.

"Todas as unidades do Brasil precisam ter um conselho gestor, que será consultivo e deliberativo para implantar e executar ações de preservação ambiental. No Amapá, 200 conselheiros, entre titulares e suplentes, vão definir as ações prioritárias para manter a nossa área conservada", destacou.

Entre as atividades, segundo ele, estão o combate ao desmatamento, problemas em relação à pesca predatória, regularização fundiária, entre outros. O debate para a busca de recursos junto ao governo federal também será feito pelos conselheiros.

http://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/conselhos-vao-atuar-no-combate-a-da...