As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br
26/01/2011
Construcao ilegal e derrubada na Flona de Brasilia

Uma operação comandada por agentes de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) resultou, no dia 17 de dezembro, na derrubada de uma construção ilegal na área 2 da Floresta Nacional (Flona) de Brasília, em Taguatinga-DF. A Flona tem 9.346 hectares divididos em quatro áreas: duas localizadas na Região Administrativa de Taguatinga e duas na Região Administrativa de Brazlândia.

A operação intitulada "Férias de Verão" foi iniciada dia 10 deste mês. "Esta operação tem como objetivo coibir a tentativa de ocupações irregulares e de apurar denúncias de vendas de lotes, resultantes de parcelamento de chácaras dentro da Flona e a construção na área 2 da Floresta", afirmou Míriam Ferreira, chefe substituta da unidade do ICMBio.

Participaram da operação, o coordenador geral de proteção ambiental - CGPRO/ICMBio, Paulo Carneiro, fiscais do Instituto, 40 policiais, representantes da Administração Regional de Taguatinga, Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) e Subsecretaria de Defesa do Solo e da Água (Sudesa).

Operação - Na última sexta-feira (21), fiscais do ICMBio embargaram e autuaram outra obra no mesmo local da Flona, pelo mesmo motivo - construção ilegal na unidade. "Desta vez não houve a derrubada porque os moradores impediram a ação, colocando até mesmo crianças em frente ao local onde ficava a casa", disse Míriam.

A pessoa responsável pela construção foi conduzida à polícia federal por obstaculizar a ação da fiscalização e por tentativa de atropelar 2 fiscais que se encontravam à frente da operação. Participaram desta operação, 5 viaturas da PM ( 2 Batalhão da PM em Taguatinga), com um total de 20 homens, 13 funcionários, sendo 7 do ICMBio, 2 da Terracap, 4 da vigilância armada e 8 servidores da Flona de Brasília.

http://www.icmbio.gov.br/noticias/construcao-ilegal-e-derrubada-na-flona...