As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - www.icmbio.gov.br
10/07/2009
Consultoria vai elaborar plano de ecoturismo e terceirizacao de servicos para seis parques nacionais

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade publicou edital de processo seletivo que escolherá dez consultores com formação em diversas áreas - como economia, administração, contabilidade, turismo, topografia, arquitetura, engenharia civil, geologia - para atuar em projetos de ecoturismo e concessão de serviços de uso público em seis parques nacionais - Itatiaia/RJ, Sete Cidades/PI, Ubajara/CE, Guimarães/MT, Veadeiros/GO e Caparaó/MG.

Os interessados têm até 17 de julho para encaminharem currículo para Projeto PNUD BRA/00/009 - Proecos - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); Diretoria de Unidades de Conservação de Proteção Integral (DIREP); Endereço: EQSW 103/104, Complexo Administrativo, Bloco A, Térreo, Setor Sudoeste, Cep 70.670-350, Brasília-DF.

Somente serão considerados no processo seletivo os currículos cuja identificação do Edital e Código da Vaga estiverem descritos na parte externa do envelope. O candidato que desejar concorrer a mais de uma vaga deverá encaminhar um currículo para cada código em envelopes diferentes.

É vedada a contratação de servidores ativos da Administração Pública direta ou indireta, Federal, Estadual, Municipal ou do Distrito Federal, bem como de empregados de suas subsidiárias e controladas, no âmbito dos projetos de cooperação técnica internacional. Confira o detalhamento das exigências para a seleção no site do ICMBio (www.icmbio.gov.br), link Editais, Recrutamentos, Edital 004/2009 - DIREP.

ITATIAIA - Uma das vagas de consultor será para atuar na elaboração de estudos de viabilidade econômica para o Parque Nacional do Itatiaia/RJ realizar concorrências públicas para a concessão dos serviços de apoio à visitação, definidos em seu plano de manejo, tais como centros de visitantes, estacionamentos, cobrança de ingressos (parte baixa e alta), camping, transporte interno(parte baixa e alta), pousada, lanchonete, cafeteria, abrigos de montanha, loja de artesanatos e conveniências.

Entre os requisitos para a contratação estão graduação em Economia, Administração, Contabilidade, Turismo ou áreas afins; experiência comprovada de três anos em elaboração de estudos de viabilidade econômica de emprendimentos turísticos; disponibilidade para viagens; conhecimentos em informática; domínio da legislação ambiental pertinente; redação clara e concisa; e residir em Brasília-DF.

O profissional contratado trabalhará no inventário de informações do Parque Nacional de Itatiaia, no levantamento de campo e definição de indicadores por meio de pesquisa acerca do perfil dos visitantes; na análise de viabilidade econômica, além de apresentar uma versão preliminar do estudo para avaliação da Coordneação Geral de Visitação do ICMBio e do parque.

Após o conhecimento dos documentos existentes e da própria identificação das necessidades complementares de informações referentes ao trabalho proposto pela consultoria, deverão ser realizadas visitas técnicas de inspeção à unidade, momento em que serão avaliados edificações, infra-estrutura e demais equipamentos existentes nas áreas de uso público. A partir da análise documental, serão feitas reuniões com a equipe do parque para complementação de informações.

A análise das informações e diagnósticos oriundos das duas primeiras etapas de trabalho permitirá a definição de indicadores como o potencial turístico atualmente existente na unidade; a quantificação e qualificação do turismo já praticado na unidade e seu entorno, perfil dos visitantes no parque, além das estimativas e cenários de crescimento da demanda de visitação na unidade; das estimativas do reflexo da atividade turística na economia local; e identificação de atividades de fomento e promoção ao turismo sustentável existentes e viáveis para a UC.

Concluídas as fases de diagnósticos e compreendida a situação atual e as possibilidades de implementação de atrativos para a unidade, serão feitas análises de cenários futuros, conjugando as diversas possibilidades do trinômio: potencialidades x investimentos x viabilidade.

O estudo deverá identificar a melhor alternativa de investimentos, que permita a exploração e a conservação \"das áreas de uso público, garantindo a remuneração dos capitais investidos\". É de fundamental importância a caracterização do cenário potencial de usuários futuros.

Os resultados do diagnóstico e os cenários deverão ser apresentados abrangendo o potencial turístico atualmente existente na unidade; quantificação e qualificação do turismo já praticado na unidade e seu entorno; perfil dos visitantes do parque; e estimativas e cenários de crescimento da demanda de visitação na unidade; entre outros.

CAPARAÓ - Uma vaga de consultor técnico será destinada para a elaboração de estudos de viabilidade econômica para o Parque Nacional do Caparaó, em Minas Gerais; realizar as concorrências públicas para a concessão de serviços de apoio à visitação, definidos em seu plano de manejo: (centros de visitantes; estacionamentos; cobrança de ingressos; camping; transporte interno; lanchonete; loja de souvenir, turismo de aventura e churrasqueira).

O profissional a sere selecionado deverá possuir graduação em Economia, Administração, Contabilidade,Turismo ou áreas afins; experiência de, no mínimo, três anos na elaboração de estudos de viabilidade econômica de empreendimentos turísticos; disponibilidade para viagens; conhecimento em informática e acerca da legislação ambiental e capacidade de redação clara e concisa em português e residir em Brasília/DF, uma vez que esta será a sua localidade de trabalho.

Caberá ao profissional traçar um inventário de informações, elvando em consideração outras informações relevantes para o desenvolvimento do estudo e executar pesquisa de perfil de visitantes; levantamento de campo e definição de indicadores com visitas técnicas de inspeção à unidade, edificações, infra-estrutura e demais equipamentos existentes nas áreas de uso público.

O profissional auxiliará na definição dos seguintes indicadores: potencial turístico atualmente existente na unidade; quantificação e qualificação do turismo já praticado na unidade e seu entorno e perfil dos visitantes no Parque Nacional do Caparaó; estimativas e cenários de crescimento da demanda de visitação na unidade; estimativas do reflexo da atividade turística na economia local; identificação de atividades de fomento e promoção ao turismo sustentável, potencialmente existentes e tecnicamente viáveis para a unidade.

Serão feitas ainda análises de cenários futuros, conjugando as diversas possibilidades do trinômio potencialidades x investimentos x viabilidade, partindo de um modelo de concessão de serviços proposto no plano de manejo e identificando a melhor alternativa de investimentos que permita a exploração e a conservação \"das áreas de uso público, garantindo a remuneração dos capitais investidos\".

Será feita ainda a caracterização do cenário potencial de usuários futuros. Além da projeção do número de usuários futuros, decorrente do crescimento normal, há que se avaliar o crescimento induzido e desviado, correspondente ao volume de visitantes que serão atraídos em função dos novos empreendimentos que serão realizados.

SETE CIDADES E UBAJARA - Duas outras vagas são para consultores técnicos que trabalharão na elaboração de estudos de viabilidade econômica para os parques nacionais de Sete Cidades e Ubajara, com vistas a realizar as concorrências públicas para a concessão dos serviços de apoio à visitação, definidos em seu plano de manejo, como centros de visitantes; estacionamentos; cobrança de ingressos; camping; transporte interno; pousada; lanchonete; cafeteria; loja de artesanatos e conveniências, entre outros.

Os profissionais terão que possuir nível superior em Economia, Administração, Contabilidade, Turismo ou áreas afins e experiência comprovada de três anos na elaboração de estudos de viabilidade econômica de empreendimentos turísticos. Ter disponibilidade para viagens, conhecimentos em informática, conhecimento da legislação ambiental, capacidade de redação e ter que residir em Brasília-DF, são outros requisitos que serão levados em conta na seleção dos consultores.

O consultor técnico deverá considerar as informações relevantes das unidades de conservação para o desenvolvimento de um Inventário de informações, além de executar pesquisa de perfil de visitantes.

Com vistas a traçar um levantamento de campo e definir indicadores, após o conhecimento dos documentos existentes e da identificação de necessidades complementares de informações, os ocnsultores deverão realizar visitas técnicas de inspeção à unidade, ocasião em que serão avaliadas as edificações, a infra-estrutura e os demais equipamentos existentes nas áreas de uso público.

A partir da análise documental, deverão ser realizadas reuniões com a equipe dos parques nacionais para possível complementação de informações. A análise conjunta das informações e diagnósticos permitirá a definição do potencial turístico atualmente existente na unidade; quantificação e qualificação do turismo já praticado na unidade e seu entorno, perfil dos visitantes.

Será possível ainda traçar estimativas e cenários de crescimento da demanda de visitação na unidade; estimativas do reflexo da atividade turística na economia local; identificação de atividades de fomento e promoção ao turismo sustentável, potencialmente existentes e tecnicamente viáveis para a unidade; Concluídas as fases de diagnósticos e compreendida a situação atual e as possibilidades de implementação de atrativos para a unidade, deve-se realizar a análise de viabilidade econômica, ocasião em que se avaliarão cenários futuros, conjugando as diversas possibilidades do trinômio potencialidades x investimentos x viabilidade.

A análise deverá partir do modelo de concessão de serviços proposto no plano de manejo da unidade de conservação para verificar a sua viabilidade econômica. O estudo deverá identificar a melhor alternativa de investimentos que permita a exploração e a conservação \"das áreas de uso público, garantindo a remuneração dos capitais investidos\".

Nesta fase dos estudos será feita a caracterização do potencial cenário de usuários futuros. Além da projeção do número de usuários futuros, decorrente do crescimento normal, será avaliado o crescimento induzido e desviado, correspondente ao volume de visitantes que serão atraídos em função dos novos empreendimentos. Versões preliminares dos estudos serão apresnetadas para avaliação da Coordenação geral de Visitação do ICMBio e dos parques.

CHAPADA DOS GUIMARÃES - Quatro vagas são para contratar consultor técnico especializado em topografia, arquitetura, geologia e engenharia civil que auxiliarão na elaboração de um Diagnóstico de Segurança dos atrativos turísticos e das trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso. O objetivo do diagnóstico será embasar o Programa de Uso Público que será incluído no Plano de Manejo da unidade.

Topografia - O profissional contratado deverá possuir qualificação em nível técnico em Topografia, com notório conhecimento no objeto da contratação. Entre os cursos/especializações que eles deverão ter estão: Topografia, Mapeamento de Terreno e Georreferenciamento, com experiência comprovada de cinco anos em levantamentos topográficos e mapeamento de terrenos.

Arquitetura - O contratato terá que possuir formação em arquitetura; especializações/cursos em Planejamento, Implantação e Manejo de Trilhas Interpretativas; Monitoramento de Indicadores de Impacto em Trilhas Interpretativas; Avaliação da Capacidade de Suporte em Trilhas Interpretativas; possuir experiência profissional de, no mínimo, três anos em planejamento, implantação e manejo de trilhas Interpretativas em unidades de conservação.

Geologia - O selecionado deverá ter graduação mestrado ou doutorado em geologia, com experiência comprovada de, no mínimo, cinco anos em geologia de Engenharia; além de especializações/cursos nas áreas de Planejamento, Implantação e Manejo de Trilhas Interpretativas; Monitoramento de Indicadores de Impacto em Trilhas Interpretativas; Avaliação da Capacidade de Suporte em Trilhas Interpretativas. Engenharia Civil - O profissional deverá possuir graduação, mestrado ou doutorado em Engenharia Civil; experiência de, no mínimo, cinco anos em obras civis e estruturas.

Todos os quatro deverão ter disponibilidade para viagens, ter conhecimentos em informática, capacidade de redação clara e concisa e disponibilidade para residir, durante o contrato, em Cuiabá ou na Chapada dos Guimarães, localidades próximas ao Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

Caberá a esta equipe multidisciplinar elaborar Plano de Trabalho a ser aprovado pela equipe da UC e pela Coordenação geral de Visitação, contendo introdução, métodos a serem utilizados em cada etapa, descrição dos produtos e cronograma de atividades; promover visita técnica para avaliação da segurança para visitação, de acordo as normas técnicas vigentes, seguindo roteiro previsto no edital e, ainda, elaborar relatório sobre segurança para visitação nos pontos turísticos.

CHAPADA DOS VEADEIROS - Duas vagas são destinadas para contratação de consultores técnicos que trabalharão na elaboração de projetos de abertura das trilhas Carrossel, Sete Quedas, Cruzeiro e Catingueiro e na manutenção das trilhas dos Cânions e Seriema do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás; além da elaboração de projetos de equipamentos facilitadores e instrumentos de apoio para trilhas previstas no Plano de Manejo do parque nacional.. Arquitetura, Engenharia, Turismo ou áreas afins - O profissional deverá ter formação em arquitetura, engenharia, turismo ou áreas afins; especializações/cursos nas áreas de topografia, mapeamento de terreno e georreferenciamento, além de experiência comprovada de, no mínimo, três anos na elaboração de projetos de abertura e implantação de trilhas em ambientes naturais e experiência e desejável m planejamento de uso público em unidades de conservação.

Engenharia Civil - O profissional deverá possuir formação acadêmica em engenharia civil, com especializações/cursos em manejo de unidades de conservação; experiência comprovada de, no mínimo, três anos na elaboração de projetos estruturais, e experiência desejável em planejamento de uso público em unidades de conservação e soluções de acessibilidade para portadores de necessidades especiais.

Os contratados deverão ter disponibilidade para viagens, ter conhecimentos em informática, capacidade de redação clara e concisa e disponibilidade para residir no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás e em Brasília-DF.

Entre as atividades que serão realizadas pelos consultores estão avaliar os documentos de planejamentos existentes para essa unidade de conservação; utilizar o documento \'Ecoturismo de Base Comunitária do WWF - capítulos 2.5 (Infra-estrutura de apoio ao ecoturismo ) e 2.6 (Implementação e Manejo de Trilha); levantamento de dados por meio de análise de sítio; efetuar levantamento de pontos de controle, adequando propostas de melhor traçado considerando as oportunidades para interpretação ambiental e contemplação da natureza; realizar reuniões e viagens de campo junto aos consultores que desenvolverão os projetos de abertura e manutenção de trilhas, e de interpretação ambiental da unidade para que o planejamento seja realizado de forma integrada.