As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

viaecologica.com
12/04/2003
Greenpeace apoia acao para retomar floresta grilada por prefeito de Porto de Moz

O Greenpeace congratulou-se ontem( 11) com o Ministério Público Federal pela decisão de pedir à Justiça Federal de Santarém a anulação do registro da Fazenda Itaboraí no Cartório de Gurupá, no estado do Pará. Segundo os procuradores Felício Pontes Júnior, Ubiratan Cazetta e José Augusto Torres Potiguar, a fazenda, uma floresta de 39 mil hectares, localizada na margem direita do Rio Xingu, em terras da União, foi grilada pelo prefeito de Porto de Moz, Gerson Salviano Campos. Parte da fazenda está dentro da Floresta Nacional de Caxiuanã. Em carta ao MPF, o Greenpeace sugeriu que o restante da área grilada seja destinada ao Ministério do Meio Ambiente e transformada em área de conservação.