As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
08/06/2016
ICMBio no Piaui comemora Semana do Meio Ambiente

Café da Manhã Socioambiental serviu de "esquenta" para a passagem da tocha olímpica, nesta quinta-feira (9), na APA do Delta do Parnaíba

Num clima de simplicidade e descontração, marcado por muita música e poesia, a Coordenação Regional 5 (CR-5), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, em Parnaíba, no Piauí, promoveu nesta quarta-feira (8) Café da Manhã Socioambiental para comemorar a Semana do Meio Ambiente.

O evento serviu ainda de "esquenta" para a passagem da tocha olímpica pela cidade, em especial pela Área de Proteção Ambiental (APA) do Delta do Parnaíba, que ocorrerá na tarde de amanhã, quinta-feira, 9. Na manhã do dia seguinte, sexta, 10, a tocha estará no Parque Nacional de Sete Cidades, em Piracuruca, a pouco mais de 100 quilômetros de Parnaíba.

O Café Socioambiental, que teve início por volta das 8h30 e ocorreu no pátio da sede da CR-5, sob a sombra das árvores e à beira do rio Igaraçu, quinto braço do Delta do Parnaíba, contou com a presença de representantes dos vários segmentos da sociedade local, envolvidos com a questão ambiental.

Abrangência da CR-5

A abertura ficou por conta do mestre de cerimônias da CR-5, Fernando Gomes, técnico ambiental que fez um resumo rápido da abrangência da Coordenação, responsável pela articulação da gestão de 18 unidades de conservação (UCs) distribuídas pelos estados do Ceará, Piauí, Maranhão e Tocantins.

Na sequência, o coordenador Daniel Castro agradeceu a presença de todos - representantes de prefeituras e universidades da região, PM, Ibama, trade turístico, imprensa, gestores de projetos ambientais, usuários das UCs locais - lembrando que "é de pessoas como vocês, parceiras nossas, braços e pernas da gente", que o ICMBio precisa para avançar nas suas ações.Depois de afirmar que a missão conservacionista do Instituto não se contrapõe a projetos de desenvolvimento para a região, ele ressaltou o trabalho dos servidores e parceiros na proteção da rica fauna do Delta do Parnaíba - "tamanduás, peixes-bois, tartarugas marinhas e até espécies ainda não conhecidas", listou.

"O segredo é não correr atrás das borboletas, mas cuidar dos jardins para que elas venham até eles", prosseguiu o coordenador, citando verso do poeta gaúcho Mario Quintana, para ilustrar as atividades de fortalecimento das unidades de conservação da região realizado pelos servidores e parceiros.

Planos de manejo e conselhos

Castro listou ainda avanços que a Coordenação vem obtendo com o apoio de parceiros da área pública, privada e terceiro setor, como a produção de planos de manejo e a estruturação dos conselhos gestores das UCs. "É fundamental trazer os vários setores da sociedade para dentro dos conselhos", reforçou ele.

Por fim, o coordenador conclamou a todos a continuar nessa empreitada em defesa da conservação dos recursos naturais da região e concluiu a sua fala com mais um poema, desta vez um provérbio chinês que aponta para a frente: "Todas as flores do futuro estão contidas nas sementes do presente", recitou Castro.

O prefeito de Ilha Grande, Herbert Morais e Silva, município vizinho a Parnaíba, que fica inteiramente dentro da APA do Delta do Parnaíba, defendeu a boa relação com o ICMBio. "É um parceiro importante nosso, principalmente na área técnica, nos auxiliando a cumprir a legislação nos projetos que possam ter algum impacto ambiental. Queremos investir mais nessa parceria, ajudando também o Instituto no que for possível".

PesquisasO pesquisador Felipe Melo, da Universidade Estadual do Piauí, que estava acompanhado de colegas da Universidade Federal do Piauí (UFPI), ressaltou o bom entrosamento com a Coordenação Regional e UCs do ICMBio na região, em especial, na área de pesquisa. "Temos vários estudos, com o apoio do Instituto, principalmente relacionados à ictiofauna", informou Melo.

Alexandre Martins e Karina Molina, do Projeto Tamanduá, que acaba de se instalar em Parnaíba, fizeram questão de comparecer ao Café da Manhã Socioambiental. "Estamos há apenas três meses na cidade, para iniciar o projeto, e queremos muito contar com o apoio e a parceria do ICMBio", disse Martins.

O evento foi encerrado com apresentação musical do cantor Teófilo Lima, artista da terra e com projeção no Piauí e estados vizinhos. Antes, ele já havia emocionado a todos ao cantar, após a execução do hino nacional, o hino de Parnaíba, acompanhado apenas de seu violão.

O Café da Manhã Socioambiental contou ainda com a presença da chefe da APA do Delta do Parnaíba, Elisabete Hulgado, e representantes da direção das reservas extrativistas do Delta do Parnaíba e da Chapada Limpa e foi organizado pela equipe gerencial e administrativa da CR-5 - Roseane Galeno, Renilda Rodrigues, Soraya Nascimento e Igore Alves.

http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/7970-icmbio-no...