As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Agencia de Noticias do Acre
30/04/2008
Ministro da Cultura chega nesta quarta-feira a Rio Branco

Nesta quarta-feira, 30, o ministro da Cultura Gilberto Gil chega a Rio Branco, onde encerra visita aos Estados da Região Norte. Na agenda do ministro, estão em pauta o fortalecimento do patrimônio cultural e iniciativas de fomento à cultura.

Na capital acreana, o ministro da Cultura assina acordo de cooperação do programa "Mais Cultura" com o Governo do Estado e anuncia o processo de tombamento da Casa de Chico Mendes como patrimônio nacional, que será avaliado no próximo dia 15 de maio pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na ocasião, o ministro receberá de líderes religiosos de comunidades locais o pedido de registro da Ayahuasca como patrimônio imaterial cultural brasileiro.

Ainda no dia 30, o ministro visitará os Pontos de Cultura Associação Vertente e a Casa de Leitura da Gameleira. A Associação Vertente atende crianças da periferia de Rio Branco, oferecendo cursos de percussão e confecção de instrumentos com sementes, além de aulas de exercícios vocais, dança e yoga. A Casa de Leitura da Gameleira disponibiliza livros à população e oficinas de formação de agentes incentivadores de leitura e contadores de histórias.

No dia 1º de maio, Gil segue para Marechal Thaumaturgo, onde conhecerá a escola Yorenka Ãtame - Saberes da Floresta, desenvolvida pela comunidade indígena da reserva Ashaninka, que funciona como espaço de formação, educação, intercâmbio e difusão de práticas de manejo sustentável dos recursos naturais da região do Alto Juruá. Na ocasião, anunciará parceria com a Rede de Povos da Floresta, organização da sociedade civil que desenvolve ações de inclusão digital, de preservação ambiental e defesa dos povos tradicionais em cerca de 200 comunidades.

A parceria prevê o lançamento de 80 prêmios no valor de R$ 15 mil (cada um) para Povos da Floresta e Culturas Tradicionais. A idéia é apoiar comunidades que ainda não têm estrutura para se tornar pçontos de cultura, disponibilizando recursos para o desenvolvimento de suas ações culturais. O projeto está em fase de elaboração e deve ser lançado ainda no segundo semestre deste ano.

Na tarde do dia 1º, o ministro conhecerá o ponto de cultura da comunidade indígena Apiwtxa, na reserva Ashaninka. A comunidade fica a aproximadamente 80 quilômetros de Marechal Thaumaturgo e 350 de Cruzeiro do Sul, nas proximidades do limite com a Reserva Extrativista do Alto Juruá e o assentamento do Incra.

Demarcada em 1992 pela Funai, a aldeia abriga 400 habitantes, o que representa cerca de 80% dos Ashaninka brasileiros. No dia 2 de maio, o ministro encerra sua missão oficial na Região Norte, retornando ao Rio de Janeiro.