As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Instituto Mamiraua - http://www.mamiraua.org.br/pt-br
24/11/2017
Moradores da Reserva Mamiraua identificam especies de arvore com potencial para o manejo florestal

Moradores da Reserva Mamirauá identificam espécies de árvore com potencial para o manejo florestal
Com assessoria do Instituto Mamirauá, membros da Associação Comunitária São Francisco do Aiucá, no Amazonas, já preparam o manejo florestal para 2018

Instituto Mamirauá - Por João Cunha

Louro inamuí, mulateiro e assacu. Foi no trecho de mata da Reserva Mamirauá conhecido como Restinga do Passaral que manejadores identificaram essas espécies, todas árvores de bom porte, muito apreciadas no mercado regional para produção de móveis. O resultado indica uma boa área para fazer o manejo florestal. Esse trabalho de análise foi feito por membros da Associação Comunitária São Francisco do Aiucá durante o curso "Levantamento de Estoque", oferecido pelo Instituto Mamirauá.

Fazer a extração de madeira de forma sustentável e comunitária requer organização. E como explica o técnico do Instituto Mamirauá, Rone Parente, o levantamento de estoque é uma etapa essencial do processo, pois é quando "os manejadores fazem um inventário florestal da área em potencial a ser manejada". Por isso, o Instituto Mamirauá, por meio do Programa de Manejo Florestal Comunitário (PMFC), promove treinamento para pessoas que pretendem iniciar no ofício e também para manejadores experientes, como uma espécie de "reciclagem" de conhecimentos.

Os dois objetivos estavam integrados no curso realizado nos últimos dias 14 a 17 de outubro com a Associação Comunitária São Francisco Aiucá. Formada por moradores de comunidades no setor Horizonte, na Reserva Mamirauá, a associação já pratica o manejo florestal há alguns anos.

"A ideia do treinamento era recordar o uso da bússola, como fazer as marcações nas trilhas na floresta e as formas de localização das árvores, que informações coletar, ou seja, foi uma reciclagem pois tratam-se comunitários que já tinham executado as atividades, mas também tinham pessoas lá que ainda não tinham recebido o treinamento", informa o técnico do Instituto Mamirauá, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Ao mesmo tempo que uma capacitação, o curso "Levantamento de Estoque" serviu como preparação para a extração com fins de manejo florestal, para 2018. As árvores que foram inventariadas e marcadas pelos manejadores, já estão contabilizadas para a derrubada e comercialização no ano que vem.

As ações do Instituto Mamirauá de incentivo ao manejo florestal fazem parte do projeto "Mamirauá: Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade em Unidades de Conservação" (BioREC). O projeto tem financiamento do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

https://www.mamiraua.org.br/pt-br/comunicacao/noticias/2017/11/24/morado...