As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Naturatins - http://naturatins.to.gov.br
21/05/2012
Naturatins coibe pesca predatoria em Lajeado

Uma equipe da Gerência Regional do Naturatins - Instituto Natureza do Tocantins se deslocou para o município de Lajeado na última quinta-feira, 17, para realizar uma operação de fiscalização no lago da UHE - Usina Luís Eduardo Magalhães. A ação, que teve como objetivo coibir a pesca predatória na região, resultou na apreensão de 950 metros de redes e R$ 6.000,00 em multas aplicadas.

Durante o trabalho de fiscalização, a equipe do órgão emitiu seis autos de infração onde recolheu, além das redes malhadeiras, três molinetes, três tarrafas, uma canoa de alumínio, um motor de popa, duas caixas térmicas e 130 quilos de pescados das espécies jaú, surubim, barbado, curimatã, piau, pacu e cachorra.

De acordo com o gerente da Regional, Natal Castro, sempre quando existe uma grande demanda de pescadores na proximidade da Usina de Lajeado a Investco entra em contato com o órgão ambiental para realizar as ações fiscalizatórias. "Esta ação já vem sendo realizada pela equipe do órgão há cerca de 45 dias, com foco nos finais de semana. Lembrando que os pescadores devem estar habilitados com a carteira de pesca e respeitar os limites 1.500 metros montante e jusante da Usina, para realizar a pesca no lago", alertou o gerente.

O Naturatins emitiu todos os autos administrativos na ação e teve como parceira a equipe do Cipama - Companhia Independe da Policia Militar Ambiental. Os 130 quilos de pescado foram doados para as casas de apoio Vera Lúcia e Santa Edwiges, em Palmas.

Carteira de Pesca

A carteira de pesca é emitida pelo Naturatins e traz em seu verso as informações sobre as espécies de peixes com pesca permitida, o tamanho mínimo para cada espécie e ainda as espécies cuja pesca é proibida no Estado.

As espécies permitidas para a pesca amadora ou esportiva são: Jaú, Aruanã, Cachorra, a Bicuda, Tucunaré, Matrinchã, Curvina, Mandubé ou Fidalgo/Barbado, Piau-Flamengo, Traíra e Piranha. Já as espécies proibidas para a pesca são: Caranha, Dourada, Filhote, Pirara, Pirarucu e Surubim.

http://naturatins.to.gov.br/noticia.php?id=3267