As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
28/09/2015
Noronha promove seminario de pesquisa

Em pauta, a gestão das ilhas oceânicas do Nordeste

A Coordenação de Pesquisa e Manejo do Núcleo de Gestão Integrada (NGI), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em Fernando de Noronha, no litoral de Pernambuco, acaba de realizar o I Encontro de Pesquisa de Fernando de Noronha, Atol das Rocas e São Pedro e São Paulo

O evento contou com recursos do último edital da Diretoria de Pesquisa, Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade (Dibio), do ICMBio, e teve como tema "Como integrar a gestão das unidades de conservação (UCs) em ilhas oceânicas do Nordeste".

Além dos gestores do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, da APA Fernando de Noronha-Rocas-São Pedro e São Paulo e da Reserva Biológica (Rebio) Atol das Rocas, participaram do encontro pesquisadores de mais de 25 instituições de todo o país. A programação incluiu 11 palestras, três mesas redondas e uma exposição de painéis na qual foram apresentados 35 trabalhos.

Conservação marinha

A professora Beatrice Padovani Ferreira, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), fez a palestra de abertura, que tratou de conservação marinha e impactos antrópicos (do homem). Ela desenvolve pesquisas sobre recifes de corais e gestão pesqueira e integra o grupo de especialistas que está analisando a avaliação dos oceanos junto à ONU.

A pesquisadora Françoise Lima, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), falou sobre conectividade genética e demográfica em ilhas oceânicas. Ela mostrou as implicações de seus estudos sobre populações de polvo para a conservação e manejo do grupo, inclusive para o manejo da pesca.

Houve também palestras relacionadas ao tema "Parcerias na conservação" em que foram apresentados os projetos Tamar e Golfinho Rotador, desenvolvidos pelo ICMBio, e o Programa Marinho do WWF, ONG que patrocinou o evento em conjunto com o ICMBio.

Moções

Ao final, foram aprovadas duas moções, uma de apoio ao controle de gatos em Fernando de Noronha, tema discutido na mesa redonda sobre espécies exóticas invasoras, e outra exigindo providências em relação ao tratamento de esgoto no arquipélago, a ser encaminhada ao Ministério Público Federal e ao Governo do Estado de Pernambuco.

Durante o encontro, houve exposição de painéis no mirante dos golfinhos, localizado no parque nacional. A iniciativa proporcionou troca de experiências entre os pesquisadores, que puderam ter contato com os trabalhos desenvolvidos por colegas das mais diversas áreas.

Os pesquisadores puderam, na apresentação dos painéis, ter contato direto com a comunidade, em especial, com alunos do último ano da escola de referência em Ensino Médio - Arquipélago de Fernando de Noronha, e, também, com turistas que visitavam a ilha.

Objetivos atingidos

A chefe da APA FN-Rocas e São Pedro e São Paulo, Lisângela Cassiano, disse que, além de atingir seus objetivos, o encontro foi esclarecedor. "Vejo agora, com mais nitidez, a necessidade de se trabalhar a área do Arquipélago de São Pedro e São Paulo, que integra a unidade de conservação. Conhecer o trabalho de quem viveu nesta área e as informações apresentadas me sensibilizou muito".

Ao comentar os resultados do evento, Alberto Lindner, da Universidade Federal de São Carlos (UFSC), disse que, por todas as informações expostas no seminário, "fica claro que incluir a qualidade da água em qualquer monitoramento nas ilhas oceânicas é extremamente importante".

O analista ambiental Tadeu Oliveira, coordenador de Proteção do NGI Fernando de Noronha, afirmou, por sua vez, que, "no contexto em que foram apresentados vários problemas e diante do desafio complexo que temos no dia a dia da fiscalização, esse tipo de encontro tem como saldo fazer com que a esperança e a motivação se renovem para continuarmos nessa luta."

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/4-destaques/7030-no...