As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Instituto Natureza do Tocantins - http://naturatins.to.gov.br/
08/02/2017
Novas regras de uso publico do Parque Estadual do Jalapao sao repassadas aos operadores de turismo

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), reuniu na tarde desta terça-feira, 7, no auditório do órgão, representantes do trade turístico do Estado. O encontro teve como objetivo apresentar aos empresários, novos critérios de uso público para o Parque Estadual do Jalapão (PEJ), além de reforçar a integração entre o órgão ambiental, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), prefeitura do município de Mateiros e as empresas operadoras do turismo, que atuam naquela região.

A abertura da reunião foi realizada pelo vice-presidente do Naturatins, Edson Cabral e o repasse das informações às empresas operadoras do turismo, que realizam o transporte regularmente de visitantes ao Parque, foi apresentado pelo diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas, Gilberto Iris e pelo gerente das Unidades de Conservação, Parques Estaduais e Monumento Natural, Marcelo Henrique.

Dentre as novas regras estão à necessidade das operadoras se cadastrarem no sistema Cadastur, do Ministério do Turismo. Outra exigência está relacionada aos resíduos sólidos. Todo e qualquer lixo produzido pelos visitantes, será de responsabilidade das operadoras, que darão aos resíduos a destinação adequada. Para que isto ocorra, é necessário que os interessados solicitem ao Naturatins, a abertura do processo de licenciamento ambiental para realização de atividade turística. Na reunião também foi explicado sobre a proibição do uso de drones nas dunas.

"A Unidade de Conservação é um bioma nativo. Por essa razão é proibido tirar ou levar do local, espécies de plantas ou árvores. Não será permitida a abertura de novas estradas ou trilhas", disse o diretor Gilberto Iris. O gestor destacou também que todas as empresas licenciadas, deverão fixar nos seus veículos um selo com o número da licença ambiental vigente. "Para ter acesso ao Parque, as empresas que trabalham com o receptivo local, devem estar devidamente licenciadas e o condutor credenciado, portar a cópia da licença", reforçou o diretor de Biodiversidade.

Durante o encontro também foram colocadas outras regras de visitação como, por exemplo, a proibição de nadar no lago próximo as dunas, não fazer uso de fogueira, não fazer uso de bebidas alcoólicas e substâncias proibidas. Além de não alimentar e não maltratar os animais. Os visitantes não poderão ingressar nos pontos turísticos com animais de estimação, apenas serão abertas exceções para cães guias.

Sobre os registros de imagens do Parque Estadual do Jalapão, é permitido filmar e fotografar, desde que respeitadas as seguintes regras: Nenhuma imagem (foto ou vídeo) poderá ser distribuída, reproduzida ou vendida sem a devida autorização. Inclusive a realização de sessão de fotos profissionais. É permitido a produção de imagens para fins pessoais e também ensaios como o de noivas, debutantes, gestantes e crianças. Para a produção de imagens os interessados devem entrar em contato com o Naturatins pelo e-mail pejalapao@naturatins.to.gov.br.

Serviço

Fernando Torres presidente da Associação Tocantinense do Turismo Receptivo (ATTR) destaca que a Associação pretende nortear o turismo no Estado. Por esta razão a entidade pretende seguir as orientações exigidas pelos órgãos competentes, para que todas as empresas do setor possam cumprir, e ofertar aos clientes, qualidade na mão de obra da prestação do serviço. Para o gestor quem saí ganhando é o turista, que terá assistência de empresas regularizadas que estarão operando no Estado. O que para ele irá aumentar a visão e a credibilidade das operadoras de turismo. "Este encontro foi de fundamental importância. Porque é o Naturatins que viabiliza o turismo desenvolvido dentro das áreas de conservação", destacou.

Para o gerente das Unidades de Conservação, Parques Estaduais e Monumento Natural, Marcelo Henrique, o encontro foi muito relevante, visto que o Naturatins tem como um dos focos, a conservação. Para ele, a reunião serviu também para dirimir dúvidas do trade que opera o turismo no Jalapão. "Essa integração com a Seden, prefeitura de Mateiros e com os agentes que atuam naquela região, é super salutar, porque podemos alinhar, encurtar alguns passos para viabilizar entendimentos para que as regras possam funcionar e ser bom para todos", apontou o gerente.

De acordo com o gerente estão cadastradas no Naturatins, cerca de 11 empresas operadoras de turismo do Estado. Mas segundo ele, há informações que já passam de 100 empresas, que trabalham na região do Jalapão. "Essa é nossa luta, queremos que ocorra uma aproximação. Buscamos justamente a formalização dessas empresas, no sentido de estarem cientes do bom uso dos recursos naturais", considerou Marcelo Henrique.

O diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins, Gilberto Iris chamou atenção dos participantes para aturarem em conjunto na defesa do rico patrimônio do Jalapão. "O objetivo do Naturatins é deixar aquele local que já é bonito, mais belo ainda. Em parceria com a Seden queremos ajudar para desenvolver um bom trabalho naquela região".

Fiscalização integrada

Segundo o superintendente de Desenvolvimento Turístico da Seden, James Possap, para o período do feriado prolongado do carnaval, está sendo implementado um cronograma de fiscalização integrada no Parque, que será realizado pela Polícia Militar Ambiental, Naturatins, Seden e no futuro com outras instituições como a Agência Tocantinense de Regulação (ATR).

"Estaremos percorrendo os atrativos turísticos do Jalapão, para conscientizar os turistas e também com o objetivo de coibir algumas atitudes não adequadas ao ambiente natural. E nos próximos feriados prolongados, que são cerca de seis, esta mesma equipe estará presente na região, sem contar às equipes que já atuam no local normalmente", enfatizou o superintendente.

http://naturatins.to.gov.br/noticia/2017/2/8/novas-regras-de-uso-publico...