As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Agencia Brasil - www.agenciabrasil.gov.br
23/05/2009
Parques estaduais do Rio de Janeiro promovem atividades no fim de semana

Dois dos principais parques turísticos do estado do Rio de Janeiro promovem neste fim de semana atividades gratuitas relacionadas à questão do meio ambiente.

No Parque Estadual da Ilha Grande, na Vila do Abraão, será inaugurada hoje (23), às 18h, a exposição Ilha de Cultura (Imagens, Objetos e Afetos), e a Mostra de Cinema Etnográfico e Ambiental da Ilha Grande, às 19h.

O Parque Estadual da Serra da Tiririca, em Itaipu, organizou durante o dia de hoje uma trilha no Morro das Andorinhas, que abriga uma comunidade tradicional e faz parte da Mata Atlântica, na divisa dos municípios de Niterói e Maricá. O passeio conta com mutirão ecológico de limpeza das trilhas. A programação faz parte da parceria com o Museu de Arqueologia de Itaipu, dentro da comemoração da Semana Nacional de Museus.

Na Vila de Abraão, o evento tem a parceria do Projeto Cenas de Cinema da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

O administrador do Parque da Ilha Grande, Gilberto Terra, explicou que a exposição e a Mostra de Cinema valorizam a cultura caiçara e aproximam a comunidade do meio ambiente e de suas origens.

"As atividades revelam ao público a cultura dos índios caiçaras, que ainda habitam a região, embora em menor expressão do que antes, que têm uma relação com a natureza mais direta e de respeito. Valores e saberes que devemos resgatar."

O parque da Ilha Grande tem cerca de 12 mil hectares e foi adotado pela Companhia Vale do Rio Doce pelos próximos cinco anos. A empresa investirá por ano R$ 1 milhão na manutenção do parque.

Mas, segundo Gilberto Terra, os desafios ainda são muitos. A pesca ilegal, as construções irregulares e a conduta inadequada de turistas que depredam a natureza ainda são problemas a serem enfrentados.

Para o administrador do parque, a realização de atividades culturais e mutirões de limpeza ajudam a conscientizar a população da importância das áreas protegidas.