As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

MMA - www.mma.gov.br
09/06/2010
Pauta: Brasil ganha novas unidades de conservacao na Bahia

Quando: quinta-feira, 10 de junho, às 16h
Onde: Praça Tomé de Souza, Centro Histórico de Salvador, Bahia

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6) e o Dia Nacional da Mata Atlântica (27/4), a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, participa da cerimônia de assinatura do decreto que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, cria um refúgio de vida silvestre, dois parques nacionais e amplia outros três parques, todos com vegetação predominante da Mata Atlântica.

O Parque Nacional e o Refúgio de Vida Silvestre de Boa Nova é uma das áreas protegidas - localizadas nos municípios baianos de Boa Nova, Manoel Vitorino e Dário Meira, possuem 12,1 mil ha e 15 mil ha, respectivamente, e abrangem uma transição entre florestas úmidas, ao Leste, e a vegetação seca da Caatinga, ao Oeste, onde ocorre a Mata do Cipó - uma das paisagens características mais ameaçadas da Mata Atlântica, com apenas 2,6% de remanescentes preservados. Trata-se de um dos poucos locais onde se encontra a ave gravatazeiro, conhecida mundialmente por ser uma das mais raras das Américas, que é endêmica da Mata do Cipó e conta nas listas brasileiras e mundiais de espécies ameaçadas de extinção.

Uma área sob constante ameaça, com constatações recentes de desmatamento e queimadas criminosas. No entanto, possui alto potencial para ecoturismo e birdwatching (observação de pássaros), por conter espécies endêmicas e de distribuição restritas.

O presidente também cria o Parque Nacional de Serra das Lontras (municípios de Arataca e Una), um dos maiores mananciais de água da região, abastecendo os municípios de Una e São João da Vitória, e faz parte de uma área chuvosa e úmida da região do cacau, cuja plantação foi muito afetada na parte inferior (base) da Serra pela vassoura-de-bruxa, de forma que grande parte está em estado de abandono há mais de 20 anos.

É um centro que abriga diversas espécies de aves e plantas e visa proteger a Floresta Montana, que ocorre acima de 400 metros de altitude, e a plantação de cacau abandonada ao seu redor.

Com 11,3 mil ha, as Serras das Lontras, Javi e Quati chegam a mil metros altitude e abrigam raras formações florestais de altitude, onde foram descobertas novas espécies de aves e plantas nos últimos anos.

O decreto ainda amplia os Parques Nacionais do Alto Cariri, do Descobrimento e do Pau Brasil.O Parque Nacional do Alto Cariri fica no município baiano de Guaratinga e possui área de 19,3 mil ha. Abriga o último conjunto de fragmentos de Mata Atlântica de grande porte da região leste do sul da Bahia e nordeste do estado de Minas Gerais. O Parque abrange nascentes das bacias dos rios Buranhém e Jequitinhonha, e contém o primeiro registro de Muriqui-do-Norte na Bahia, espécie considerada até recentemente ameaçada de extinção.

Com 22,7 mil ha, o Parque Nacional do Descobrimento abrange nascentes nas bacias dos rios Cahy, Imbaçuaba, Peixe e Jucuruçu, garantindo a conservação e a qualidade desses recursos hídricos, beneficiando toda a população do município de Prado e no entorno da unidade. Possui fauna diversificada, incluindo espécies ameaçadas, como as aves mutum-do-sudoeste e balança-rabo-canela. Na região ainda destacam-se a Suia, o Papagaio Chauá, a Anambé-de-asa-branca e o gavião real.

No Parque Nacional do Pau Brasil também foi registrada a ocorrência de muitas espécies da lista oficial das ameaçadas de extinção, como a onça pintada e a harpia. Ainda é o local do macaco-prego, cotia, paca, tatus, e diferentes espécies de pássaros e diversos insetos. Localizado em Porto Seguro, o Parque conta 18,9 mil ha e sofre com a extração ilegal de madeira e a caça de animais.

http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=ascom.noticiaMMA&idEstrutura=8...