As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
16/11/2015
Premio destaca estudos de economia e mercado florestal

Inscrições podem ser feitas até 29 de janeiro. Veja como participar

Estão abertas as inscrições para a terceira edição do "Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal", que busca destacar trabalhos relacionados a manejo florestal comunitário, concessões, tributação, ecoturismo e Cadastro Ambiental Rural (CAR), dentre outros.

O prêmio distribuirá R$ 53 mil entre os três melhores trabalhos nas categorias graduando e profissional. Podem participar estudantes universitários e profissionais de qualquer nacionalidade, idade ou formação acadêmica, com estudos e pesquisas individuais ou em grupo. As inscrições se encerram em 29 de janeiro de 2016.

De acordo com o gerente substituto de Planejamento do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Marcos Bauch, o prêmio é uma maneira de estimular a discussão sobre a produção florestal sustentável na universidade e nos setores produtivos, além de contribuir para ampliar o repertório de estudos do órgão.

"Com a consolidação do prêmio, esperamos que cada vez mais surjam estudos voltados à economia e ao mercado florestal. Já estamos na terceira edição, e a nossa intenção é continuar realizando o prêmio anualmente", afirmou.

O "III Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal" é uma realização do SFB, em parceria com a Escola Nacional de Administração Fazendária (Esaf) e apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A cerimônia de premiação está programada para 21 de março do próximo ano, como parte das comemorações dos dez anos do SFB.

Clique aqui para saber mais sobre o "III Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal".

O SFB

Órgão do Ministério do Meio Ambiente, o Serviço Florestal Brasil (SFB) tem, entre outros, o objetivo de estimular e fomentar a prática de atividades florestais sustentáveis madeireiras, não madeireiras e de serviços. Nesse sentido, busca promover estudos de mercado para produtos e serviços gerados pelas florestas.

A Lei de Gestão de Florestas Públicas (Lei 11.284/2006), que instituiu o SFB, criou a possibilidade da concessão de áreas de florestas públicas para a exploração sustentável de produtos madeireiros e não madeireiros por empresas privadas, instituições não governamentais ou associações comunitárias.

No momento, estão sendo explorados 840 mil hectares (ha) em cinco florestas nacionais (Flonas) administradas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - Jamari e Jacundá, em Rondônia, e Saracataquera, Crepori e Altamira, no Pará. Novo processo de licitação em andamento deverá conceder até o ano que vem mais 180 mil ha, na Floresta Nacional de Caxiuanã, no Pará.

Contatos para a imprensa:

Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação
(61) 2028-7130/ 7155
imprensa@florestal.gov.br
Siga-nos no Twitter: sfb_florestal
Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/4-destaques/7354-pr...