As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Band - www.band.com.br
12/10/2010
Queimadas destroem metade de areas de conservacao no Brasil

Queimadas destruíram metade de dez áreas de conservação federais entre agosto e setembro de 2010. O fogo atingiu cerca de 1,3 milhão de hectares, 46% da área total de 3 milhões de hectares das reservas.

O pior caso foi o do Parque Nacional das Emas, em Goiás, onde apenas 7% do espaço ficou intocado. No Parque Nacional da Serra da Canastra, em Minas Gerais, 72% da unidade foi destruída. Já a Área de Proteção Ambiental Meandros do Rio Araguaia, na divisa de Goiás com Mato Grosso e Tocantins, ficou com 71% da área queimada. Nestes locais, houve grande morte de diversas espécies de animais, inclusive ameaçadas de extinção.

Outras unidades atingidas foram o Parque Nacional do Itatiaia (4%), Parque Nacional de Brasília (26%), Parque Nacional Grande Sertão Veredas (20%), Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (68%), Parque Nacional do Araguaia (48%), Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins (28%) e Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba (50%).

Especialistas apontam a baixa umidade do inverno como agravante para a situação, mas são unânimes em ressaltar a ação criminosa do homem, principalmente em tentativas de retirar a vegetação nativa para a criação de gado.

http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=100000356505