As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - www.icmbio.gov.br
02/04/2009
Rebio do Rio Trombetas e Flona Sacara-Taquera sao referencias em gestao de qualidade de unidades de conservacao

O Programa de Gestão Pública e Desburocratização (GESPÚBLICA), do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão validou a avaliação feita em novembro do último ano em Macapá acerca da Reserva Biológica do Rio Trombetas e da Floresta Nacional Sacará-Taquera, unidades de conservação localizadas no noroeste do Pará. O programa visa a contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços públicos prestados aos cidadãos. A Rebio do Rio Trombetas é uma das unidades de conservação beneficiadas pelo Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa).

Em 2006, a Rebio do Rio Trombetas, com mais seis unidades de conservação da Amazônia foi selecionada para participar do Programa de Educação Continuada, vinculado ao Arpa, com objetivo de focar-se na adoção do Programa de Gestão para Resultados (PGR), implementando um modelo de gestão com foco em resultados.

O PGR tem como referência o Modelo de Excelência em Gestão Pública, proposto pelo GESPÚBLICA, que utiliza ferramentas de auto-avaliação de 250 pontos, 500 pontos e 1000 pontos para avaliação de critérios como: liderança, estratégias e planos, cidadãos e sociedade, informações e conhecimento, gestão de pessoas, gestão de processos e resultados, podendo indicar o grau de organização da equipe e qualidade da gestão.

A implementação da metodologia e das ferramentas do PGR na Rebio do Rio Trombetas teve início em 2007 e em 2008 também foram aplicadas para a Flona Saracá-Taquera. No total as unidades alcançaram 221,5 pontos na ferramenta de 250 pontos, que avalia organizações nos primeiros estágios de desenvolvimento e implementação do Modelo de Excelência em Gestão Pública, aparecendo já os primeiros resultados decorrentes das práticas de gestão implementadas, com tendências favoráveis.

A meta para 2009 é implantar já na nova ferramenta de 500 pontos, avaliações para organizações que possuem pró-atividade em suas práticas em um estágio mais desenvolvido de gestão. Para maiores informações sobre o PGR do Programa ARPA e GESPÚBLICA basta acessar os sites http://www.mma.gov.br e http://www.gespublica.gov.br.