As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Portal Comunique-se http://portal.comunique-se.com.br
10/04/2017
Resistência dos Guarani Mbyá pela demarcação de terras em SP vira documentário

Em 2015, um grupo de estudantes de jornalismo decidiu produzir um documentário, como trabalho de conclusão de curso, que abordasse, de modo inédito, a luta e resistência dos guarani mbyá pela demarcação de terras das aldeias localizadas no bairro Jaraguá, zona noroeste da cidade de São Paulo.

O curta, de 30 minutos de duração, narra o início e traz alguns dos "personagens" da retomada do território em uma das cinco aldeias que estão próximas ao Parque Estadual do Jaraguá, o Pico do Jaraguá. Tekoa Itakupe, aldeia retomada, passou por reintegração de posse em 2015, ano em que o grupo de estudantes na época, formado por Thiago Carvalho, que assina a direção, Guilherme Queiroz, a produção e Taís Oliveira, o roteiro, gravaram o filme. "Foi um ano decisivo para os guarani moradores de Itakupe, o que fez do filme um instrumento importante de registro da luta e resistência indígena no Jaraguá, das aldeias da zona sul da cidade e para todos os povos indígenas do país", afirma o diretor do curta.

Atrás da Pedra - Resistência Tekoa Guarani, título do curta-documentário, conta os principais acontecimentos desse ano na aldeia, mas chama atenção também para as demais na mesma região, onde das cinco aldeias de todo o território indígena Jaraguá, apenas uma delas, considerada e menor terra indígena do país, é demarcada pelo governo federal. "Apesar do filme ter a maior parte das cenas tomadas na aldeia Tekoa Itakupe, ele aborda o território indígena no Jaraguá como um todo. Pois é assim que o relatório da FUNAI, apresentado ao Ministério da Justiça reconhece: a extensão com todas as aldeias", diz Thiago Carvalho.

A PEC 215, que tem o objetivo de retirar do poder executivo e passar para o Congresso a tarefa de demarcação de terras indígenas do país, também foi discutida no filme. O projeto de lei é considerado pelos povos indígenas como uma ameaça aos seus direitos e uma violação da Constituição Federal.

O filme, que teve estreia em sala pública em dezembro de 2015 e já foi apresentado e debatido em outros eventos com a mesma temática, também está disponível no YouTube. Confira! https://www.youtube.com/watch?v=-AcpNB1vFP4&t=8s ou na página do filme no Facebook.

http://portal.comunique-se.com.br/resistencia-dos-guarani-mbya-pela-dema...