As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Amazonia.org.br - www.amazonia.org.br
04/01/2010
Roraima se posiciona contra criacao de reserva no Baixo Rio Branco

O governo do Estado de Roraima encaminhou ao governo federal manifestação contrária à criação da Reserva Extrativista Baixo Rio Branco/Jauaperi, no município de Caracaí. Segundo o secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento, Haroldo Amoras, já existe na região uma área de proteção ambiental demarcada. As informações são do jornal Folha de Boa Vista.

O decreto que prevê a criação dessa reserva e repassa terras da União ao Estado (n 6754, de 28 de janeiro de 2009) também dispõe sobre a instituição de outras unidades de conservação em Roraima, como por exemplo a ampliação do Parque Nacional do Viruá, em Caracaí.

Amoras declarou à Folha de Boa Vista que o Estado foi informado somente sobre as movimentações para a criação do Parque Nacional do Lavrado, além da Reserva no Baixo Rio Branco. "No que diz respeito às outras, não recebemos ainda concretamente nenhum encaminhamento do governo Federal quanto ao tamanho e pretensão. Portanto, a gente ainda não tem elementos para dizer qual é o impacto".

O secretário também afirmou ao jornal que o governo de Roraima vai defender os interesses da população local durante todas as fases do processo de criação das unidades de conservação. "Nossa sociedade demonstrou que vai se mobilizar contra a criação de unidades, como já ocorreu com o Parque Nacional do Lavrado", acrescentou. O Estado tem hoje três parques nacionais, três estações ecológicas e duas florestas nacionais, totalizando oito unidades de conservação.