Conab vai adquirir produtos de extrativistas do Marajó

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br - 26/11/2012
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai adquirir produtos cultivados pelos moradores da Reserva Extrativista (Resex) Mapuá, no município de Breves, na Ilha de Marajó, no Pará. Os produtos serão usados na alimentação dos alunos das escolas municipais da região e dos menores atendidos pela Pastoral da Criança. A reserva é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Na semana passada, o presidente da Associação de Moradores da Resex Mapuá (Amorema), Benedito Charles da Silva Almeida, reuniu-se, na sede da Associação Comercial e Industrial de Breves, com o prefeito da cidade, José Antonio de Azevedo Xarão Leão. Na ocasião, Benedito apresentou o contrato firmado com a Conab, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que prevê a compra de produtos como açaí, abacaxi, camarão, farinha de mandioca e pescada branca e investimentos em torno de 270 mil.

Ainda segundo o representante dos moradores, o contrato entre a Amorena e a Conab foi assinado durante o 3o Congresso Nacional das Populações Extrativistas, na cidade de Macapá (AP), na presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas.

Para Benedito, a medida contribui para consolidar as atividades produtivas da reserva e garante renda para dezenas de famílias extrativistas que sobrevivem dos recursos naturais do Mapuá. Já Xarão Leão considerou a iniciativa um bom exemplo. "Ela tem o apoio do governo municipal, pois a produção é a melhor maneira de gerar desenvolvimento social e econômico para as nossas comunidades", disse o prefeito.



http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/4-geral/3527-conab-vai-adquirir-produtos-de-reserva-no-para.html
UC:Reserva Extrativista

Related Protected Areas:

  • UC Mapuá
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.