Breves: Operação do Grupamento Fluvial e Marinha apreende madeira irregular

Marajó online - http://marajoonline.com.br - 29/01/2013
Durante as operações realizadas ao longo do rio Pará e nos estreitos de Breves, na ilha do Marajó, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, através do Grupamento Fluvial, e a Marinha do Brasil, realizaram, nos últimos dias, a apreensão de 1.604 metros cúbicos de madeira em toras, três empurradores e três balsas, que faziam o transporte ilegal do produto florestal. Toda a carga está sob guarda do IBAMA em Breves. Os responsáveis respondem por crime ambiental. O balanço da operação "Baía das Bocas", foi divulgado, nesta terça-feira, 29.

A primeira balsa pertence à empresa Rooli Agroindustrial de Portel. Nela, foram encontrados 241,639 metros cúbicos de madeira em tora. O responsável foi multado em R$ 72.491,70. No último dia 26, mais dois empurradores com duas balsas foram apreendidos na região. O empurrador Comandante Orlando com a balsa Niterói faziam o transporte de 1.089,31 metros cúbicos de madeira em tora de essências florestais diferentes. As embarcações pertencem à empresa Greenex Indústria, Comércio e Exportação de Materiais, com sede em Santa Bárbara do Pará.

O outro empurrador, Álamo IV, com a balsa Ozimbro Fernandes, foi apreendido com 274 metros cúbicos de madeira em tora de essências diferentes. O proprietário da madeira, Benedito da Cruz Paz, foi multado em R$ 82,2 mil. O comboio com as três balsas foram trazidos para Belém, juntamente com dois técnicos do IBAMA, e seis policiais militares de Breves. Os procedimentos foram lavrados pelo delegado Dilermando Dantas, da Delegacia de Polícia Fluvial, unidade vinculada ao Grupamento Fluvial do Estado.



http://marajoonline.com.br/index.php/breves-operacao-grupamento-fluvial-marinha-apreende-madeira-irregular/
Amazônia:Desmatamento

Related Protected Areas:

  • UC Arquipélago do Marajó
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.