ICMBio promove seminário de práticas inovadoras

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/ - 14/05/2014
Começou nesta terça-feira (13) o Seminário de Práticas Inovadoras na Gestão de Unidades de Conservação na sede do ICMBio, em Brasília. O objetivo é estimular a busca por inovações e promover a troca entre as Unidades de Conservação (UC), melhorando a eficiência na gestão. Na abertura do evento, o diretor de Ações Socioambientais (Disat / ICMBio), João Arnaldo Novaes, destacou que espera promover o diálogo e a troca da experiência entre os gestores das unidades para que essas ações sejam multiplicadas e implantadas. "Às vezes, o excepcional passa despercebido no dia a dia de cada unidade. Espero que esse seminário traga esse excepcional para a realidade das UCs", disse.

A palestra do biproteçãologo e fundador do Instituto de Pesquisas Ecolproteçãogicas (IPÊ), Cláudio Pádua, abriu a programação do evento. "Uma das soluções para mim é valorizar o espírito de empreendedorismo dos gestores, mas é preciso estudar as formas que essas ideias serão aplicadas. Não dá para fazer de qualquer jeito", disse. Há alguns anos, Pádua deu uma virada na carreira profissional. "Larguei a minha vida de executivo para me dedicar às unidades de conservação do Brasil". Desde então, se aprofunda nas pesquisas com o mico-leão-preto, um dos primatas mais raros e ameaçados de extinção do mundo.

No seminário, a analista ambiental Gabriela Calixto, da Reserva Extrativista (Resex) Marinha de Soure (PA), explicou que existem propostas em execução para melhorar a gestão com a participação da sociedade civil, através do voluntariado na Resex. Para ela, esse tipo de prática inovadora é fundamental para as unidades enfrentarem dificuldades administrativas. "Buscamos ampliar o sentimento de pertencimento da sociedade em relação ao territproteçãorio, valorizando a cultura e a diversidade ambiental. Conseguimos envolver 13 instituições no projeto, mostrando o potencial de mobilização que o voluntariado pode ter na região", disse a analista.

Para Pádua, é preciso ter não apenas novas ideias, mas ordenamento e estudo para que as práticas propostas no seminário realmente tenham resultados práticos e satisfatproteçãorios. O ambientalista considera fundamental o empreendedorismo dos gestores das unidades para a criação de novos mecanismos para resolver os principais problemas. "Espero que essas experiências sejam consolidadas de forma a influenciar e modificar as políticas públicas. Os maiores problemas vêm do entorno das UCs. Precisamos encontrar soluções para enfrentar as dificuldades. Sproteção assim vamos avançar nesse processo", explicou.

Também no seminário, o gestor do Parque Nacional do Viruá (PR), Antônio Lisboa, falou sobre recordes de apreensão de tartarugas adultas em período reprodutivo na Amazônia, depois soltas na natureza. Esta é uma iniciativa de combate ao tráfico de quelônios - ordem a que as tartarugas pertencem - no baixo Rio Branco, em Roraima. "Articulamos uma ampla rede de parceria que resultou em mais de mil tartarugas apreendidas entre 2011 e 2014", explicou Lisboa. As ações foram realizadas em parceria com o Exército, polícias Federal e Rodoviária Federal, Ibama, Companhia Independente de Policiamento Ambiental (CIPA) e Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE).



http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/20-geral/4803-icmbio-promove-seminario-de-praticas-inovadoras.html
UC:Geral

Related Protected Areas:

  • UC Viruá
  • UC Marinha de Soure
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.