Coalização pela proteção da Lagoa do Peixe é lançada

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/ - 20/11/2018
Coalização pela proteção da Lagoa do Peixe é lançada
Publicado: Terça, 20 de Novembro de 2018, 11h11

Festival de Aves Migratórias encerra com lançamento de união em prol do Parque Nacional Lagoa do Peixe no Rio Grande do Sul

O XIII Festival Brasileiro das Aves Migratórias, que ocorreu neste final de semana no município de Mostardas na região Sul do Estado, reuniu mais de 1.500 pessoas entre turistas, estudantes e ambientalistas. Para celebrar o evento, foi lançada a "Coalizão pela conservação do Parque Nacional da Lagoa do Peixe". Organizações locais, nacionais e internacionais dispuseram o seu comprometimento com a conservação da área ambiental de 34,4 mil hectares em benefício das comunidades locais e futuras gerações. O Parque é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Segundo a gerente de projetos da SAVE Brasil, Juliana Bosi Almeida, a ideia é que a "coalizão" integre mais a comunidade local com o Parque Nacional da Lagoa do Peixe. "Esta coalizão é um conjunto de organizações e pessoas interessadas em desenvolver projetos de pesquisa e conservação que irão contribuir com a gestão do Parque e a comunicação com a sociedade. Queremos mostrar para toda a população a importância deste Parque", explicou a bióloga.

Por sua relevância internacional para a conservação das aves migratórias, o Parque Nacional da Lagoa do Peixe foi incluído em 1991 na Rede Hemisférica de Reservas para Aves Limícolas (WHSRN sigla em inglês) e declarado Sítio Ramsar em 1993. O parque também é reconhecido pela UNESCO como zona núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Todo esse conjunto de atributos torna o local uma área natural excepcionalmente valiosa e ao mesmo tempo frágil, merecedora de ações de proteção e gestão compatíveis com o seu enquadramento como unidade de conservação e com sua condição de patrimônio natural brasileiro.

A iniciativa de realizar esta coalizão foi apresentada na noite e sábado (18) dentro da programação do 14 o Festival Brasileiro de Aves Migratórias pelo especialista em Conservação da Rede Hemisférica de Reservas das Aves Limícolas Migratórias, Diego Luna Quevedo. "A coalizão busca somar esforços, capacidades e recursos para fortalecer a gestão do Parque e assegurar a conservação deste local que é rota migratória do Atlântico", afirmou o especialista chileno.

Integram a coalizão as organizações: Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, ICMBio/CEMAVE, Parque Nacional da Lagoa do Peixe, Instituto do Meio Ambiente/IMA-PUCRS, Rede Hemisférica de Reservas para Aves Limícolas (WHSRN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), BirdLife International, CECLIMAR, e SAVE Brasil.

http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/10081-coalizacao-pela-protecao-da-lagoa-do-peixe-e-lancada
UC:Parque

Related Protected Areas:

  • UC Lagoa do Peixe (PARNA)
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.