Estudo destaca sítios naturais sagrados em UCs

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/ - 08/11/2017
Tese de doutorado de analista ambiental do ICMBio mostra que há cerca de 500 lugares lugares envoltos em lendas e mistérios em mais de cem unidades de conservação no Brasil



Por trás da exuberante paisagem e beleza cênica do Monte Roraima, na fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana, existe um significado simbólico e espiritual. Os indígenas contam que o local é o coração do mundo, a morada de "Makunaima", filho do sol e da lua. As histórias sobre o lugar, passadas de geração em geração pelos índios da região, versam sobre a lendária "árvore da vida". Essa planta imensa estaria lá desde a origem do mundo, produzia todos os frutos existentes na Terra e foi cortada pela cobiça do coração dos seres humanos. Seu tronco decepado se transformou numa montanha e suas lágrimas ainda correm como cachoeiras.

O Monte Roraima, que fica no interior do parque nacional de mesmo nome, é apenas um dos vários locais naturais considerados sagrados e dotados de valores que transparecem na sacralidade, na espiritualidade e na cultura dos povos que vivem ao redor. As cavernas, montanhas, grutas, vulcões, matas, árvores, formações geológicas que viraram templos, santuários e locais de práticas religiosas são chamados de chamados Sítios Naturais Sagrados (SNS).

Os sítios naturais sagrados foram o tema da tese de doutorado da analista ambiental Érika Fernandes Pinto. A pesquisa foi desenvolvida no Programa Eicos de Pós-Graduação em Psicossociologia e Ecologia Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e teve orientação da professora-doutora Marta Irving. Érika é bióloga e atua na Coordenação Geral de Gestão Socioambiental (CGSAM), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Clique aqui para acessar.

A tese foi escolhida a melhor do biênio 2015-2017 pela Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade (Anppas). São selecionadas teses e dissertações de mestrado em Ambiente e Sociedade defendidas entre janeiro de 2015 e março de 2017. Erika concorreu com outras 120 teses de doutorado no país e recebeu a premiação durante o VIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade (Enampas), em Natal (RN).

O estudo foi construído a partir de uma estratégia de pesquisa colaborativa, com a formação da Rede SNS Brasil. No VIII Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social (Sapis), ocorrido em Niterói (RJ), aconteceu o I Encontro da Rede SNS Brasil.

Religiões alternativas

A pesquisa de Érika constatou aproximadamente 500 sítios naturais sagrados presentes em mais de cem unidades de conservação no Brasil, a maioria delas parques nacionais, como Fernando de Noronha (PE); Jericoacoara (CE), que tem a Pedra Furada; Lençóis Maranhenses (MA), cujas dunas são famosas por ter ligações com o sebastianismo, uma vertente popular no Brasil em tempos passados sobre a volta do Rei de Portugal, Dom Sebastião.

Ainda há berços de religiões alternativas como os parques nacionais da Chapada dos Veadeiros (GO) e da Chapada dos Guimarães (MT), locais com registros arqueológicos que investigam a origem do homem, como os parques nacionais da Serra da Capivara e das Sete Cidades no Piauí; e lugares que guardam memórias ancestrais de povos indígenas, presentes em parques nacionais como os do Pico da Neblina (RR) e do Iguaçu (PR) e até locais de culto de religiões cristãs como o mundialmente famoso Cristo Redentor, localizado no Parque Nacional da Tijuca (RJ) ou a estátua de São Francisco de Assis, no Parque Nacional da Serra da Canastra (MG).

Isso demonstra que o perfil dos Sítios Naturais Sagrados é bastante variado. A pesquisa de Érika detectou que existem locais permeados pelas culturas cristãs (catolicismo, protestantismo, neopentecostalismo), passando pelas religiões de matriz africana (como o candomblé e a umbanda), religiões indígenas e religiões alternativas em unidades de conservação federais, estaduais e municipais. Não são só locais de culto, com a realização de rituais religiosos, ou respeito pela ancestralidade, mas também muitos utilizados como roteiros de peregrinação e romarias.



http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/9281-estudo-destaca-sitios-naturais-sagrados-em-ucs
UC:Geral

Related Protected Areas:

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.