As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

O Globo, p. 22
02/02/2007
Campings ilegais na Ilha Grande serao combatidos

Campings ilegais na Ilha Grande serão combatidos
Grupo começará a fazer operações na semana que vem. Governo amplia hoje parque estadual

Paulo Roberto Araújo

Quem quiser passar o carnaval na Ilha Grande deve fazer reserva numa pousada ou num camping legalizado. Uma força-tarefa, formada por agentes municipais e estaduais, vai combater, a partir da semana que vem, campings ilegais nas praias da ilha, principalmente em Lopes Mendes e Parnaioca, que, hoje, passam a integrar o Parque Estadual da Ilha Grande. Na Praia do Aventureiro, onde o acesso já é controlado, só poderão entrar 560 pessoas cadastradas e usando pulseiras de identificação.
O governador Sérgio Cabral vai hoje à Ilha Grande para assinar o decreto que amplia a área protegida. O parque passará a abranger 62,5% da ilha.
Somando-se as duas outras unidades já existentes (Reserva Biológica da Praia do Sul e Parque Estadual Marinho do Aventureiro), a área protegida sobe para 87% da Ilha Grande.
Grupo vai fixar número máximo de visitantes
Hoje também será criado um grupo de trabalho para fixar, em seis meses, o número máximo de visitantes que a ilha poderá receber. O prefeito de Angra dos Reis,Fernando Jordão, vai dar início ao projeto do Plano Diretor da Ilha Grande, que entrará em vigor em 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente.
- Com a ampliação do parque, a Ilha Grande terá um total de 16.972 hectares de área com proteção integral, formando um refúgio natural e um banco genético para espécies da fauna e da flora da Mata Atlântica - disse o secretário estadual de Ambiente, Carlos Minc.
No encontro com Cabral, Jordão vai pedir apoio para conseguir um empréstimo do Banco Mundial, no valor de R$ 55 milhões, para obras de saneamento básico em Angra e na Baía da Ilha Grande. O prefeito pediu ajuda pessoalmente ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para dar aval ao pedido de empréstimo, que está no Ministério do Planejamento.
- O município tem capacidade de endividamento para captar os recursos, mas precisa da ajuda do governador e do presidente para obter o empréstimo.
As obras são fundamentais para o meio ambiente, para os moradores e para os turistas - disse Jordão.
TurisAngra sugere lista de pousadas legalizadas
O presidente da TurisAngra, Manoel Francisco de Oliveira, aconselha os turistas a, antes de seguir para a Ilha Grande, fazer reservas em pousadas legalizadas. A relação completa desses estabelecimentos está no site www.angra.rj.gov.br.
Também podem ser feitas consultas pelos telefones (24) 3367-7826 e 3369-7709.
- É preciso cuidado com a decepção, porque algumas pousadas e campings clandestinos iludem os turistas com imagens das belezas naturais da Ilha Grande, escondendo suas instalações e a qualidade dos serviços - advertiu.
O presidente da Comissão de Turismo da Alerj, deputado Glauco Lopes, disse que não basta ampliar o parque:
- Em geral, parques são criados e abandonados. São necessários recursos humanos e materiais para garantir a manutenção das áreas.

O Globo, 02/02/2007, O Globo, p. 22