As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br
06/01/2010
Esec do Taim promove expedicao inedita na Ilha do Taquari, fronteira do Brasil com Uruguai

No final de 2010, gestores da Estação Ecológica (ESEC) do Taim, unidade de conservação gerida pelo Instituto Chico Menes no Rio Grande do Sul, pesquisadores da Universidade do Rio Grande e fotógrafos promoveram expedição científica na Ilha do Taquari, localizada na Lagoa Mirim, a poucos metros da fronteira com o país vizinho, o Uruguai. Além de registros fotográficos, foram realizados censos de aves pela equipe e visita aos ninhais, visando estruturar um plano de pesquisa a ser iniciado em 2011.

Segundo o chefe da Esec do Taim, Henrique Horn Ilha, a expedição é a primeira de uma série de ações que visam consolidar o processo de pesquisa na Ilha, atrair pesquisadores e garantir a presença institucional. "O conhecimento desses ambientes insulares de água doce é incipiente e o primeiro acampamento na ilha demonstra o interesse do ICMBio em aprofundar e diversificar as informações", explica Henrique.

Um dos aspectos que chamou a atenção na ilha de 155 hectares foi a infestação massiva do mexilhão dourado (Limnoperna fortunei) nas praias. Esta espécie invasora proveniente da China toma conta das raízes dos juncos e pequenos arbustos que habitam a faixa da praia.

Essa iniciativa deve aproximar os interesses dos dois países na área de pesquisa, conservação e segurança da fronteira, segundo Ilha. "Após a ampliação da Esec, já em curso, será iniciada a elaboração do Plano de Manejo da unidade e esse processo será enriquecido com as informações geradas", destaca o chefe da UC.

A Ilha, que faz parte da ESEC é muito distante do corpo principal da Estação Ecológica e é de difícil acesso por água. Alvo de diversas operações de fiscalização ao longo dos anos, pela primeira vez uma equipe do Instituto Chico Mendes pernoita em sua praia, iniciando processo de investigação científica sobre a biodiversidade do local.

Para chegar à Ilha, foram necessárias cerca de quatro horas de viagem de viatura pelas estradas vicinais de Santa Vitória do Palmar até a margem mais próxima da Ilha e mais uma travessia de 15 Km na embarcação inflável da UC, enfrentando ondas da Lagoa Mirim e forte vento nordeste, característico do verão no Rio Grande do Sul.

http://www.icmbio.gov.br/noticias/esec-do-taim-promove-expedicao-inedita...