As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
09/06/2015
Lencois Maranhenses encantam visitantes

Parque Nacional oferece aventura segura e contemplação da natureza

Incrível! Lindo! Inesquecível! Estes são comentários comuns entre os turistas que visitam o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Localizado no litoral do Maranhão, o Parque é famoso por abrigar milhares de lagoas de água doce cercadas por dunas de areia branquinha, que dominam cerca de dois terços da área do Parque.

O acesso principal é pelo município de Barreirinhas, distante 250 quilômetros de São Luis, capital do estado. O cenário natural exuberante - único no mundo - atrai grande número de turistas brasileiros e estrangeiros, durante todo o ano. Nos mais de 155 mil hectares do Parque há influência de três biomas: Cerrado, Caatinga e Amazônia, além de ecossistemas como a restinga e o manguezal. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é uma das 320 Unidades de Conservação (UC) federais administradas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Visitação

Em maio, começa o período da seca, melhor época do ano para visitar os Lençóis Maranhenses. Até agosto, as lagoas permanecem cheias, condição ideal para banho. Afinal, depois de caminhar pelas dunas, enfrentando o Sol forte, mergulhar nas águas frescas e cristalinas das lagoas é essencial.

"A sensação ao chegar nos Lençois é difícil de se descrever. A grandiosidade do lugar é chocante e a paz que o lugar transmite é preenchedora", afirma a comerciante de Santa Catarina, Ana Luiza Schaefer. "Difícil visitar um lugar como esse, onde a natureza ainda é pura e pouco modificada pelo homem, e não acreditar em alguma forma de Deus. Fiquei feliz e surpresa com a conservação do parque e a limpeza dos lugares que visitamos", destaca.

Visitação

Em maio, começa o período da seca, melhor época do ano para visitar os Lençóis Maranhenses. Até agosto, as lagoas permanecem cheias, condição ideal para banho. Afinal, depois de caminhar pelas dunas, enfrentando o Sol forte, mergulhar nas águas frescas e cristalinas das lagoas é essencial.

"A sensação ao chegar nos Lençois é difícil de se descrever. A grandiosidade do lugar é chocante e a paz que o lugar transmite é preenchedora", afirma a comerciante de Santa Catarina, Ana Luiza Schaefer. "Difícil visitar um lugar como esse, onde a natureza ainda é pura e pouco modificada pelo homem, e não acreditar em alguma forma de Deus. Fiquei feliz e surpresa com a conservação do parque e a limpeza dos lugares que visitamos", destaca.

Conservação da natureza

Desde 2010, os profissionais e empresas de turismo que atuam no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses são cadastrados e autorizados pelo ICMBio. Por se tratar de uma UC, todas as atividades precisam seguir as regras definidas no plano de manejo. "A relação com os operadores melhorou muito. O mercado passou a operar de forma mais harmônica, com mais segurança e profissionalismo, diminuindo drasticamente o número de operadores ilegais que não respeitavam as normas", explica o coordenador de uso público do Parque, Yuri Amaral. "Hoje, pode-se dizer que os prestadores de serviços turísticos são parceiros do Parque", conclui Amaral.

"Temos um bom entendimento com os gestores do Parque", afirma Alfonso Leal, diretor de uma empresa de turismo cadastrada para atuar no Parque. Ele também afirma que o setor turístico se profissionalizou nos últimos anos. "O Parque Nacional é a principal opção dos turistas que visitam a região. Os guias e os motoristas fizeram capacitações e estão preparados para atender os turistas, até em pequenas emergências", destaca Leal.

"Seja para contemplar a natureza ou para praticar esporte, a visitação em Unidades de Conservação é muito importante e proporciona qualidade de vida para os cidadãos" destaca o presidente do ICMBio, Claúdio Maretti. "O ICMBio é o guardião das várias formas de vida existentes do Brasil e das Unidades de Conservação. Protegemos a biodiversidade para que a sociedade usufrua dos benefícios deste patrimônio", conclui o presidente.

Atrativos variados

Além das dunas e lagoas, a região oferece muitos outros atrativos. O passeio de barco pelo rio Preguiças é um deles. No trajeto entre Barreirinhas e Atins, onde fica a foz do rio, os visitantes podem ver a diversidade da natureza: dunas, manguezais e florestas preenchem as margens do rio. No entorno da UC, várias comunidades tradicionais vivem da pesca artesanal e do extrativismo, em harmonia com a natureza e recebem os turistas que passam por lá.

Atrativos variados

Além das dunas e lagoas, a região oferece muitos outros atrativos. O passeio de barco pelo rio Preguiças é um deles. No trajeto entre Barreirinhas e Atins, onde fica a foz do rio, os visitantes podem ver a diversidade da natureza: dunas, manguezais e florestas preenchem as margens do rio. No entorno da UC, várias comunidades tradicionais vivem da pesca artesanal e do extrativismo, em harmonia com a natureza e recebem os turistas que passam por lá.

Conheça os outros atrativos do Parque

O Parque também tem entradas pelos municípios de os municípios de Santo Amaro e Primeira Cruz. Em toda a região a infraestrutura turística é boa, com opções para viajantes que procuram economizar e para aqueles que não abrem mão de conforto.

Na zona primitiva do Parque, o acesso de veículos é proibido para garantir o mínimo impacto no meio ambiente.

Quem pretende visitar o Parque Nacional em veículo 4x4 próprio precisa solicitar autorização para a administração do ICMBio em Barreirinhas.
- É proibido a venda, porte e consumo de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas no Parque Nacional.
- É proibido o trânsito de veículo motorizado sobre o campo de dunas livre.
- É proibido fazer fogueiras, ascender churrasqueiras ou fogareiro.
- É proibido entrar no parque Nacional em quadriciclos, motos, bugres, bem como realizar enduros e/ou rallys.

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/20-geral/6850-lenco...