As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Portal Amazonia - http://www.portalamazonia.com.br
25/08/2014
Em Rondonia, Parque Estadual de Guajara-Mirim recebera Plano de Manejo

Assim como a maioria das Unidades de Conservação, o Parque Estadual de Guajará-Mirim sofre as pressões que colocam em risco a preservação em seu interior. Para controlar ameaças como a derrubada de árvores e o uso indevido da estrada recentemente aberta na área, um plano de manejo será implantado pela Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé. A primeira etapa da ação começa esta semana.

"Com a abertura da estrada parque, criada recentemente por causa da enchente, tem aumentado a pressão em cima do parque e ainda tem servido para transporte de carros roubados", conta a ambientalista da Kanindé, Ivaneide Bandeira.

Com o Plano de Manejo, as ações que são realizadas no Parque serão feitas com planejamento. ''É uma unidade de proteção integral e tem como objetivo servir para estudo e pesquisa, para proteção ambiental, para fazer educação ambiental e turismo'', conta.

O primeiro passo para o Plano de Manejo é a reunião que acontecerá na próxima quinta-feira (28) e sexta-feira (29) com os conselheiros do parque, em Buritis. ''A gente vai apresentar para esses conselheiros a metodologia do Plano'', conta. A população também será consultada. Só depois a Kanindé iniciará a pesquisa de campo, a partir do dia 15 de setembro. ''Será feito um levantamento de todas as condições do parque, dos pássaros, mamíferos, de répteis, da vegetação, da socioeconômica, o meio físico, todas as características'', afirma.

O Parque Estadual de Guajará-Mirim foi criado em 1990. Com 216.568 hectares, a unidade de conservação possui bioma amazônico, savana e floresta ombrófila. Abrange além de Guajará-Mirim, as cidades de Nova Mamoré, Campo Novo de Rondônia e Buritis.

http://www.portalamazonia.com.br/editoria/meio-ambiente/em-rondonia-parq...