As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - www.icmbio.gov.br
20/08/2008
Expedicao descobre rastros da onca pintada no Parque Nacional da Serra dos Orgaos

A primeira expedição do projeto "Monitoramento de Mamíferos Terrestres de Médio e Grande Portes no Mosaico de Unidades de Conservação da Mata Atlântica Central Fluminense", recentemente realizada no Parque Nacional (Parna) da Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro, registrou rastros de duas espécies consideradas extintas na região - onça pintada (Panthera onça) e veado (Mazama americana).

O objetivo inicial da expedição, que ocorreu de 7 a 13 de agosto, era selecionar áreas para o monitoramento com armadilhas fotográficas. Mas os pesquisadores acabaram descobrindo rastros da onça pintada e do veado. Também foram encontrados indícios da onça parda (Puma concolor).

A expedição, que contou com profissionais do Centro Nacional de Pesquisas para a Conservação dos Predadores Naturais (Cenap) do Instituto Chico Mendes, do Parque Nacional da Serra dos Orgãos e de outras instituições, percorreu áreas ao longo dos rios Soberbo, Paquequer, Santo Aleixo e Ponte de Ferro.

Foram percorridas ainda áreas a serem incluídas na ampliação do Parna, como os vales do Rio Piabetá e o Pico do Itacolomi. Nestes locais, foram encontradas evidências de intensa exploração ilegal da fauna e flora. Porém, a presença de matas em bom estado de conservação com abundância de árvores frutíferas de grande porte indica que é possível uma rápida recuperação da fauna a partir da proteção efetiva destas áreas.

A analista ambiental do Cenap, Beatriz Beisiegel, destacou a a importância do projeto: "Esses resultados apontam para o papel fundamental que o mosaico de UCs da Mata Atlântica Central Fluminense deve desempenhar na conservação da onça pintada neste bioma, bem como para o potencial de resultados surpreendentes que a intensificação do esforço amostral na região pode trazer".

O projeto "Monitoramento de Mamíferos Terrestres de Médio e Grande Portes no Mosaico de Unidades de Conservação da Mata Atlântica Central Fluminense" é desenvolvido pelo Cenap e pelo Parna da Serra dos Órgãos, em parceria com o Parque Estadual dos Três Picos e a Reserva Biológica do Tinguá.