As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

MMA - www.mma.gov.br
16/06/2009
Flona de Brasilia inaugura viveiros de plantas do Cerrado

Como parte das comemorações dos dez anos de criação da Floresta Nacional (Flona) de Brasília, completados no dia 10 de junho, a direção da unidade inaugura amanhã o viveiro de plantas do cerrado e promove passeios pelas trilhas Quero-Quero, Senso-perceptiva e do Trenzinho e exposições de fauna e flora da região e de obras de arte infantis.

Bastante usada pelos ciclistas, as trilhas, criadas para a prática do esporte, são usadas diariamente não só por pessoas que querem realizar caminhadas em contato com a natureza, mas também por desportistas famosos do Distrito Federal.

A Flona de Brasília foi criada em 10 de junho de 1999 para assegurar a preservação de mananciais e do Parque Nacional (Parna) de Brasília. Fica nas proximidades da Barragem do Descoberto, cuja cobertura florestal formada por espécies predominantemente nativas protege as várias nascentes, os córregos e rios que nascem ou correm por dentro da unidade, garantindo o abastecimento d'água de 65% da população do Distrito Federal.

De acordo com o decreto de criação, a Flona de Brasília tem como um dos principais objetivos o de uso múltiplo sustentável dos recursos florestais e está aberta à pesquisa científica, com ênfase em métodos para exploração sustentável de florestas nativas, conforme define a Lei nº 9.985/2000, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Snuc).

Atualmente, além de ser bastante procurada por quem busca áreas preservadas para praticar esportes, a unidade recebe pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e outras instituições para realização de pesquisas científicas. É possível visualizar animais típicos do cerrado, como lobo guará, veado, tatu, tamanduá, capivara e uma imensa quantidade de aves. Embora esteja cercada por uma plantação imensa de eucaliptos e pinus, espécies exóticas trazidas pela empresa Proflora na época da construção de Brasília, a vegetação típica vem sendo recuperada.