As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Fundacao Amazonas Sustentavel - http://www.fas-amazonas.org
30/06/2011
Floresta Estadual de Maues recebe beneficios do Programa Bolsa Floresta

A equipe da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), que executa as atividades do Programa Bolsa Floresta (PBF) em Unidades de Conservação do Estado do Amazonas, voltou de campo com mais uma missão desempenhada: a entrega de benefícios oriundos de recursos do Programa na Floresta Estadual de Maués e a confiança de sua contribuição para o desenvolvimento sustentável do Amazonas.

A equipe composta pelos assistentes de mobilização da FAS (Alexandre Barbosa, Kátia Serique e Lizadra Sá) entregou para 20 comunidades de Maués bens materiais que ajudam a promover o desenvolvimento de cultivos (Componente Renda), tais como roçadeiras e um minitrator; materiais para instalação de cinco aviários para corte e postura em cinco comunidades distribuídas entre os rios Parauari e Apoquitaua. Sendo a gestão desse investimento coletiva pelos moradores de cada comunidade beneficiada. Atendendo também melhorias na infraestrutura social (Componente Social), com apoio à organização social das comunidades com materiais para construção de 14 centros sociais e entrega de gerador elétrico e três ambulanchas de 15 Hp.

Além dos recursos materiais, a Fundação promoveu, com apoio da ASPAFEMP (Associação dos Produtores Agroextrativistas da Florestal Estadual de Maués), o I Curso de Capacitação em Meliponicultura (criação de abelhas sem ferrão). A ação é um incentivo à geração de renda por meio do manejo sustentável nas comunidades Liberdade, localizada no rio Apoquitaua, Nova Jerusalém e Ebenezér, ambas situadas no rio Parauari.

O instrutor do curso e também assistente de projetos da FAS, Emerson Rodrigues de Aquino, explica a importância da atividade como alternativa econômica para essas comunidades. "A FAS proporcionou o suporte técnico às atividades de geração de renda com práticas sustentáveis com o curso de capacitação em Meliponicultura contribuindo ainda para a alternativa de renda e a segurança alimentar desses moradores", explica.

Participaram do curso 30 pessoas, entre jovens e adultos. As colmeias, distribuídas entre essas comunidades, foram transportadas com apoio logístico do IFAM/Maués (Instituo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia).Na ocasião, cada comunidade recebeu um kit com 11 itens para manejo das colmeias,material informativo para o manejo, 15 colmeias e 30 caixas racionais para multiplicação das Meliponas.

Emerson ainda comenta que outra vantagem da criação dessa espécie de abelha é a possibilidade do produtor complementar a merenda escolar da comunidade com a oferta de mel e conciliar o manejo, realizado quinzenalmente, com outras atividades agrícolas e extrativistas.

http://www.fas-amazonas.org/pt/noticia/floresta-estadual-de-maues-recebe...