As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

G1 - http://g1.globo.com/
26/04/2015
Governo de MT recua e volta a ampliar unidades de conservacao

Estação Ecológica e Reserva Extrativista Roosevelt foram ampliadas.
Decreto retificou lei sancionada pelo próprio governador Pedro Taques.

O governo de Mato Grosso recuou e voltou a aumentar os limites das unidades de conservação Estação Ecológica Rio Roosevelt e Reserva Extrativista Guariba-Roosevelt, que ficam na região do município de Colniza, a 1.065 km de Cuiabá, no noroesto do estado. Em janeiro, o govenador Pedro Taques havia sancionado que sancionava a regularização fundiária de quatro reservas, diminuindo as áreas e revogando uma lei de 2007 que ampliava os limites das unidades. Porém, neste mês, por meio de decreto, o chefe do Executivo estadual ampliou novamente a reserva e a estação ecológica.

A retificação dos limites das duas unidades era uma demanda dos técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, segundo a assessoria de imprensa da pasta, e tem como objetivo preservar a Estação Ecológica Rio Roosevelt. Localizada à esquerda do rio, na divisa de Mato Grosso com o Amazonas, a ideia é conservar amostras do ecossistema em estado natural, para promover a pesquisa científica.

Em relação à Reserva Extrativista Guariba-Roosevelt, cujos ocupantes podem ocupar a área como se fossem donos, mas sem poderem vender as terras, o estado disse que foi levada em consideração a conservação dos recursos naturais por meio da exploração autossustentável pela população tradicional que vive ali.

Essas comunidades vivem basicamente da extração de látex de seringa, coleta de castanha, coleta de óleo de copaíba, produção de artesanato, e se alimentar de peixe, caça, roça de subsistência e criação de animais.

Pelo decreto, a Estação Ecológica Rio Roosevelt teve os limites expandidos de 53,7 mil hectares para 96,9 mil hectares e perímetro de 150 km. A Reserva Extrativista Guariba-Roosevelt aumentou de 138 mil para 164 mil hectares.

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2015/04/governo-de-mt-recua-e-vo...