As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - www.icmbio.gov.br
26/06/2009
Parque Nacional da Chapada Diamantina com brigadistas capacitados

No início do mês foram encerrados os cursos de formação de brigadistas na região do Parque Nacional (Parna) da Chapada Diamantina/BA. Foram quatro cursos que formaram 106 brigadistas das cidades e povoados de municípios do entorno do parque Mucuge - Lençóis, Andaraí, Itaete, Ibicoara e Palmeiras - e dos municípios de Barra da Estiva, Rio de Contas e Seabra.

Os cursos foram ministrados pelo gerente do fogo do parque, Bruno Soares Lintomen e pelos instrutores Marcus Cantuário de Brasília e Geraldo Machado Pereira do Parque Nacional (Parna) Pau Brasil. O Parna da Chapada Diamantina conta com 42 brigadistas, maior brigada contratada entre as unidades de conservação federais, além de ter o apoio de 14 brigadas voluntárias do entorno.

A região sofreu em 2008 com incêndios e o planejamento das ações da temporada atual deve ser posto em prática o mais rápido possível, para evitar que se repitam os acontecimentos da temporada anterior, onde foram queimados 36% da unidade, uma área correspondente a 55 mil hectares.

O planejamento do parque inclui a implantação de dois acampamentos para 15 brigadistas, com monitoramento sendo feito por meio de mirantes naturais, além do gerenciamento do sistema de prevenção e combate aos incêndios, com a instalação de uma base de coordenação no município de Mucugê para descentralizar as ações do parque. O plano de manejo já prevê uma sede neste município.

O Parna da Chapada Diamantina está participando do Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais para o planejamento das ações deste ano, com várias instâncias governamentais, além de apoiar as prefeituras de Lençóis, Palmeiras, Mucugê, Andaraí e Ibicoara na formação dos seus Planos de Ação de Incêndios Florestais.

Com o treinamento de brigadistas nos municípios de Barra da Estiva e Rio de Contas, o parque visa contribuir para a proteção da Área de Proteção Ambiental (APA) Estadual do Barbado e da APA Estadual de Marimbus- Iraquara.

O parque discute também uma parceria com pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe) para aplicação do software FARSITE, desenvolvido pelo Serviço Florestal Americano, para projeção da propagação do fogo, ferramenta que ajudará na tomada de decisão e elaboração de estratégias em grandes combates. Entre as demais medidas relacionadas com os incêndios, a gestão pretende implementar a montaria e o Parna da Chapada Diamantina Itinerante.