As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

O Diario - www.odiario.com
26/08/2010
Perobas pode ser a saida para reserva legal

Propriedades rurais sem averbação de reserva legal poderão ficar desoneradas da obrigação por meio de um processo de compensação oferecido pela Reserva Biológica das Perobas, uma unidade de conservação de 11 mil hectares que abrange parte dos municípios de Cianorte e Tuneiras do Oeste.

Nesta quinta-feira (26) às 14 horas, proprietários rurais interessados na compensação participarão de encontro sobre o assunto no Auditório da Universidade Paranaense (Unipar), em Cianorte (a 81 quilômetros de Maringá). Na pauta, o processo e os valores cobrados pela compensação.

O processo de regularização envolve o Ministério do Meio Ambiente, Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pelo gerenciamento das Unidades Federais de Conservação da Natureza.

De acordo com o chefe da Unidade do ICMBio, Carlos Alberto Ferraresi de Giovanni, o processo está aberto para propriedades localizadas nos 52 municípios entre Apucarana e Cruzeiro do Oeste e entre Campo Mourão e Paranavaí, que poderão adquirir áreas no interior da reserva equivalentes em importância ecológica e em extensão.

Segundo ele, essa é uma oportunidade para o proprietário rural pendente do cumprimento de manutenção de reserva legal, total ou parcial, ser desonerado da obrigação. Ele comprará áreas no interior da reserva e repassará para a União.

Com esse processo, a União inicia a indenização dos antigos proprietários da mata que foi transformada em unidade de conservação há três anos. A Reserva das Perobas é a última floresta do noroeste paranaense e foi destinada à proteção integral, onde só é permitida a visitação voltada à Educação e à pesquisa científica autorizada pelo Ibama.

http://www.odiario.com/parana/noticia/334522/perobas-pode-ser-a-saida-pa...