As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
02/10/2015
Projetos beneficiam populacoes extrativistas

Quatro reservas no Pará terão investimentos de R$ 1,5 milhão

Durante a 39ª reunião ordinária do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Xingu, realizada em Altamira (PA), foram aprovados quatro projetos que vão beneficiar as comunidades das reservas extrativistas (Resex) Rio Xingu, Riozinho do Anfrísio, Rio Iriri e Verde para Sempre, todas no Pará. Cerca de R$ 1,5 milhão será destinado às atividades de fortalecimento dessas unidades de conservação (UCs).

Por meio das associações dos extrativistas, os projetos elaborados passaram por uma avaliação da Câmara Técnica dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais e foram aprovados na plenária do Comitê Gestor do PDRS do Xingu, composto por 30 representações da sociedade civil e do poder público.

"Os projetos atendem questões de organização social para produção extrativista e de apoio aos extrativistas quando esses estão em Altamira", explica o diretor substituto de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial do ICMBio, Leonardo Messias.

De acordo com o diretor, além desses projetos, outra ação vai contribuir para que a produção extrativista seja alavancada na região: a construção da primeira etapa do Centro de Tecnologias de Produtos Florestais Não Madeireiros.

Trata-se de um projeto estruturante, de iniciativa dos integrantes da Câmara Técnica, que tem como objetivo principal a experimentação e difusão de tecnologias, incluindo as sociais, para o desenvolvimento de uma economia relacionada aos produtos florestais, como estratégica para assegurar a sustentabilidade e a integridade futura dos territórios para os povos da floresta.

Conheça os projetos aprovados:

1) Organização comunitária e fortalecimento da produção artesanal da Oficina Cabocla na Reserva Extrativista do Médio Xingu - Associação dos Moradores da Reserva Extrativista do Médio Xingu (R$ 168.727,00).

2) Reforma da casa de apoio da Resex Riozinho do Anfrísio em Altamira e consolidação da organização da AMORA - Associação dos Moradores da Reserva Extrativista do Riozinho do Anfrísio (R$ 269.970,00).

3) Organização comunitária e valorização cultural da Reserva Extrativista do Rio Iriri - Associação dos Moradores da Reserva Extrativista do Rio Iriri (R$ 202.511,00).

4) Organização, Monitoramento, Valorização do Pescador e da Produção Pesqueira para o Escoamento e Comercialização. Aquisição de dois barcos geleira com capacidade para 20 toneladas e construção das bases de pesquisa, apoio e logística de campo - Associação dos Pescadores Artesanais de Porto de Moz (R$ 890.324,00)

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/4-destaques/7052-pr...