Projeto Radam

Em outubro de 1970 foi criado o Projeto RADAM - Radar na Amazônia - priorizando a coleta de dados sobre recursos minerais, solos, vegetação, uso da terra e cartografia da Amazônia e áreas adjacentes da região Nordeste. Em junho de 1971 iniciou-se o aerolevantamento. Devido aos bons resultados do projeto, em julho de 1975 o levantamento de radar foi expandido para o restante do território nacional, visando o mapeamento integrado dos recursos naturais e passando a ser denominado Projeto RADAMBRASIL1.

O projeto RADAM recomendou, ao final, a criação 35.200.000 ha de unidades de conservação de proteção integral e mais 71.500.000 ha de uso sustentável na Amazônia2.

Desse esforço foi gerada uma coletânea de mapas temáticos e relatórios, com base em imagens de radar, que conjugada ao documento Termo de Referência para uma Proposta de Zoneamento Ecológico-Econômico do Brasil, produzido pelo IBGE em 1986, podem ser considerados os primeiros esforços de ZEE mais consistentes no País3.

 

Referências

  1. Serviço Geológico do Brasil (CPRM). 2010 . Acesso no site em julho de 2010.
  2. CARVALHO, J.C.M. 1984. "The conservation of nature in the Brazilian Amazonia". In: SIOLI, H. (ed.). The Amazon: limnology and landscape ecology of a mighty tropical river and its basin. pp. 707-736. Dr. W. Junk Publishers, Dordrecht, Holanda.Macrozee da Amazonia Legal. Aprovado pelo Decreto Federal N 7378 de 01/12/2010
  3. Macrozee da Amazonia Legal. Aprovado pelo Decreto Federal N 7378 de 01/12/2010. Acesse aqui.