Estação Ecológica Águas do Cuiabá

Área 11.328,00ha.
Document area Decreto - 2.595 - 13/11/2014
Legal Jurisdiction Amazônia Legal
Año de creación 2002
Grupo Proteção Integral
Responsible instance Estadual

Mapa

Municipios

Municipio(s) en que incide(n) la Unidad de Conservación y algunas de sus características

Municipios - ESEC Águas do Cuiabá

# UF Municipality Población (IBGE 2018) Población no urbana (IBGE 2010) Población urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área de la UC en municipio (ha) Área de la UC en municipio (%)
1 MT Nobres 15.338 2.547 12.455 391.185,00 9.554,06
82,03 %
2 MT Rosário Oeste 17.237 7.026 10.653 741.962,90 2.092,74
17,97 %

Ambiente

Vegetación

Vegetación (cursos de agua excluidos) % en la UC
Contato Savana-Formações Pioneiras 57,97
Savana 42,03

Cuencas hidrográficas

Cuenca hidrográfica % en la UC
Cuiaba 100,00

Biomas

Bioma % en la UC
Cerrado 100,00

Gestión

  • Management Agency: (CUCO) Coordenadoria de Unidades de Conservação
  • Clase del consejo: Consultivo
  • Year of creation: 2014

Documentos jurídicos

Documentos jurídicos - ESEC Águas do Cuiabá

Tipo de documento Número Acción del documento Fecha del documento Fecha de publicación Observación Descargar
Portaria 538 Outros 04/08/2016 04/08/2016 Constitui Comissão para acompanhamento técnico-operacional com caráter consultivo e fiscalizatório do Termo de Compromisso firmado entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente- SEMA/MT e a ENEL GREEN POWER FAZENDA S.A.  
Decreto 2.595 Alteração de categoria 13/11/2014 13/11/2014 Recategoriza como Estação Ecológica a unidade de conservação estadual denominada Parque Estadual Águas do Cuiabá e altera seus limites.  
Decreto 2.595 Alteração de limites 13/11/2014 13/11/2014 Recategoriza como Estação Ecológica a unidade de conservação estadual denominada Parque Estadual Águas do Cuiabá e altera seus limites.  
Portaria 612 Conselho 15/12/2014 18/12/2014 Cria o Conselho Consultivo da Unidade de Conservação Águas do Cuiabá.  
Portaria 909 Conselho 05/12/2017 05/12/2017 Cria o Conselho Consultivo do Parque Estadual Águas de Cuiabá e da APA Cabeceiras do Rio Cuiabá.  
Decreto 4.444 Criação 10/06/2002 10/06/2002 Fica criado o Parque Estadual Aguas do Cuiaba, abrangendo terras dos Municipios de Nobres e Rosario Oeste, com area de aproximadamente 10.600 ha (dez mil e seiscentos hectares) considerados indispensaveis a preservacao ambiental, nos termos definidos pela legislacao vigente, tendo os seguintes limites e confrontantes.  
Portaria 188 Conselho - regimento interno 13/03/2019 13/03/2019 Estabelece o Regimento Interno do Conselho Consultivo do Parque Estadual Águas do Cuiabá e da APA Cabeceiras do Rio Cuiabá  

Documento de gestión - ESEC Águas do Cuiabá

Tipo de plano Año de aprobación Estágio Observación

Superposición

Conozca las superposiciones dentre la Unidad de COnservación con otras Áreas Protegidas

Área Protegida Área sobreposta à UC (ha) Porcentagem da sobreposição
APA Cabeceiras do Rio Cuiabá 11.646,00 ha 100,00%

Não há informações no mapa sobre UCs sobrepostas que não se enquadram no SNUC (Sistema Nacional de Unidade de Conservação).

Características

Criado através do Decreto n 4.444 de 10/06/2002, o PES Águas do Cuiabá apresenta praticamente 57% de Contato Savana-Formações Pioneiras e pouco mais de 43% de Savana, inseridas nos municípios Nobres e Rosário Oeste, MT. Apresenta sobreposição de área de 100% com a APA Cabeceiras do Rio Cuiabá.
(Fonte: Banco de Dados ISA, abril 2010).

Contacto

Secretaria de Estado de Meio Ambiente - SEMA/MT
Rua C, esquina com a Rua F - Centro Político Administrativo
CEP: 78050-970 - Cuiabá - MT

Noticias

Total del 6 noticias acerca the protected area ESEC Águas do Cuiabá en banco de datos RSS

Acceder todas las noticias acerca de esa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.