Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba

Área 27.022,00ha.
Document area Decreto - - 16/11/2000
Legal Jurisdiction Outros
Año de creación 2000
Grupo Uso Sustentável
Responsible instance Federal

Mapa

Municipios

Municipio(s) en que incide(n) la Unidad de Conservación y algunas de sus características

Municipios - RESEX Marinha do Delta do Parnaíba

# UF Municipality Población (IBGE 2018) Población no urbana (IBGE 2010) Población urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área de la UC en municipio (ha) Área de la UC en municipio (%)
1 MA Araioses 46.103 30.459 12.046 178.259,80 26.207,61
96,43 %
2 PI Ilha Grande 9.394 1.469 7.445 13.499,70 970,18
3,57 %

Ambiente

Vegetación

Vegetación (cursos de agua excluidos) % en la UC
Formações Pioneiras 100,00

Cuencas hidrográficas

Cuenca hidrográfica % en la UC
Litoral Nordeste MA 17,09
Parnaiba Baixo 82,91

Biomas

Bioma % en la UC
Caatinga 2,32
Cerrado 75,79
Zona Costeira e Marítima 21,89

Gestión

  • Management Agency: (ICMBIO) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
  • Clase del consejo: Deliberativo
  • Year of creation: 2008

Documentos jurídicos

Documentos jurídicos - RESEX Marinha do Delta do Parnaíba

Tipo de documento Número Acción del documento Fecha del documento Fecha de publicación Observación Descargar
Portaria 240 Instrumento de gestão 16/10/2013 17/10/2013 Aprova o Instrumento Emergencial para Ordenamento dos Usos na Reserva Extra- tivista Marinha do Delta do Parnaíba.  
Decreto Criação 16/11/2000 17/11/2000 Cria a Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba, no município de Ilha Grande de Santa Isabel, estado do Piauí, e nos municípios de Araioses e Água Doce, estado do Maranhão. Abrange uma área aproximada de 27.022 hectares e tem por objetivo garantir a exploração auto-sustentável e a conservação dos recursos naturais renováveis tradicionalmente utilizados pela população extrativista da área.  
Portaria 725 Instrumento de gestão - manejo 06/11/2017 09/11/2017 Aprova as regras de uso sustentável dos recursos provenientes dos manguezais na área deltaica da Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba e na Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba em especial o Caranguejo - Uçá e a Ostra.  
Termo s/n Concessão uso para a comunidade (CDRU) 20/04/2018 09/05/2018 Termo de Concessão de Direito Real de Uso que entre si celebram o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e o CONCESSIONÁRIO: Associação Mãe das Associações da RESEX do Delta do Parnaíba O CONCEDENTE constitui, em favor da CONCESSIONÁRIA, CESSÃO SOB O REGIME DE CONCESSÃO DE DIREITO REAL DE USO GRATUITO E RESOLÚVEL, o aludido terreno, indubitavelmente da União, com uma área total de 27.021,69 hectares, assim se descreve e caracteriza, constituindo toda a RESERVA EXTRATIVISTA MARINHA DO DELTA DO PARNAÍBA. No dia seguinte (10/05/2018) o extrato foi publicado novamente sem nenhuma alteração.  
Portaria 5 Conselho 21/11/2018 03/12/2018 Modifica o Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista Marinha Delta do Parnaíba nos Estados do Piauí e Maranhão  
Portaria 36 Conselho 21/05/2008 23/05/2008 Criar conselho deliberativo da Resex  
Portaria 488 Uso ou ocupação comunitária - perfil da família beneficiária 10/09/2019 12/09/2019 Aprova o Perfil de Família Beneficiaria da Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba.  
Portaria 56 Outros 10/11/2005 09/12/2005 Reconhece a Resex Marinha, código SIPRA PI0367000, com área de 27.021,38 ha, que prevê a criação de 2000 unidades agrícolas familiares. retificação publicada no DOU de 23/10/2006: corrige para 2500 unidades agrícolas familiares. -

Documento de gestión - RESEX Marinha do Delta do Parnaíba

Tipo de plano Año de aprobación Estágio Observación
Ação emergencial 2013 Aprovado ver situação jurídica

Superposición

Conozca las superposiciones dentre la Unidad de COnservación con otras Áreas Protegidas

Área Protegida Área sobreposta à UC (ha) Porcentagem da sobreposição
APA Delta do Parnaíba (Federal) 27.177,00 ha 100,00%
APA Delta do Rio Parnaíba 649,00 ha 2,39%
APA Foz do Rio das Preguiças 25.436,00 ha 93,59%

Não há informações no mapa sobre UCs sobrepostas que não se enquadram no SNUC (Sistema Nacional de Unidade de Conservação).

Características

A Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba, composta de algumas ilhas do
delta compreende os municípios de Ilha Grande (PI) e Araióses (MA) e abrange uma área de aproximadamente 275,6 quilômetros quadrados (ZEE, 2002). Esta unidade de conservação de uso sustentável foi criada em 2000, onde se destaca a ilha das Canárias, segunda maior do Delta, com 5 povoados (Canárias, Passarinho, Caiçara, Torto e Morro do Meio) e aproximadamente 3.000 habitantes, que vivem em sua maioria basicamente da pesca, da cata do caranguejo e da agricultura em pequena escala. A RESEX Marinha do Delta está sobreposta a outra unidade de conservação de uso sustentável, a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba, que abrange parte dos Estados do MA, PI e CE, com área aproximada de 3.031 quilômetros quadrados (ZEE, 2002).
Fonte: Ecoturismo e inclusão social na Resex Marinha do Delta do Parnaíba (MA/PI): tendências, expectativas e possibilidades - 2008. Flávia Ferreira de Mattos. Desenvolvimento e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - CPDA/UFRRJ.
(Fonte: http://sispub.oktiva.com.br. Acesso em: 26/04/2010).

A Reserva Extrativista Marinha do Delta do Parnaíba foi criada pelo Decreto s/n de 16 de novembro de 2000.
Localização e Área:
Está situada no município de Ilha Grande de Santa Isabel estado do Piauí, Araióses e Água Doce, estado do Maranhão e abrange uma área de 27.021,69 hectares constituída por ecossistemas estuarino e de mangues. O território abrange a faixa litorânea correspondente ao Delta do Parnaíba abarcando três estados: Maranhão, Piauí e Ceará. Os portugueses ocuparam a região que era antes habitada pelos Tremembés e Aróios. A origem da ocupação ocorreu com as missões de jesuítas baseada na exploração comercial de exportação por meio do extrativismo, durante o século XVII. A ocupação atual da área aconteceu com as atividades de colonização e pecuária.
População da Resex:
Em torno de 2.841 famílias, cerca de 3.600 pessoas, distribuídas em 7 localidades dependem economicamente dos recursos naturais da reserva. A principal atividade econômica na área da reserva diz respeito à pesca do caranguejo-uçá (ucides cordatus), seguida da pesca de peixes e coleta de moluscos.
Indicadores de Educação:
Os indicadores de escolaridade demonstram que 91% dos extrativistas são analfabetos, 6% estudaram até a quarta série e apenas 2% concluíram o primeiro grau. Estes números podem estar relacionados ao baixo grau de associativismo dos extrativistas, com 22% dos chefes de família filiados às entidades de classe local (Colônias de pesca).
Indicadores de Produção:
Os crustáceos decápodos, principalmente o caranguejo-uçá e o Guaiamum são os mais representativos em termos de captura. Representam cerca de 50% do total de pescados desembarcados no Estado do Piauí. Cerca de 47% da produção é obtida empregando a técnica de coleta manual, portanto, se presume que seja essa a forma mais representativa na geração de renda na reserva. Os esforços de pesca despendidos para obter tais taxas de captura, são considerados altos. Aproximadamente 80% dos extrativistas pescam de 5 a 7 horas por dia, e destes, 72% permanecem nas áreas de pesca de 5 a 7 dias.
Clima e relevo:
Clima tropical com temperatura entre 25°C e 27°C.
O relevo é formado por ilhas, ilhotas, praias e dunas com até 40 metros de altura. Formam-se canais em meio a 72 ilhas.
Fauna:
Destacam-se: Lobo Guará, Sabiá da Praia, Tainha, Caranguejo-Uça, Sururu e Macaco-prego.
(Fonte: IBAMA Site acessado em 2007 / RESEXs Marinhas no Brasil, CNPT/BNDES, 2002))

Noticias

Total del 30 noticias acerca the protected area RESEX Marinha do Delta do Parnaíba en banco de datos RSS

Acceder todas las noticias acerca de esa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.