Estação Ecológica do Castanhão

Área 12.579,00ha.
Document area Decreto - - 27/09/2001
Legal Jurisdiction Outros
Año de creación 2001
Grupo Proteção Integral
Responsible instance Federal

Mapa

Municipios

Municipio(s) en que incide(n) la Unidad de Conservación y algunas de sus características

Municipios - ESEC do Castanhão

# UF Municipality Población (IBGE 2018) Población no urbana (IBGE 2010) Población urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área de la UC en municipio (ha) Área de la UC en municipio (%)
1 CE Alto Santo 17.096 8.319 8.040 133.820,50 335,98
2,58 %
2 CE Iracema 14.227 3.903 9.819 82.124,70 2.000,82
15,35 %
3 CE Jaguaribara 11.359 3.187 7.212 66.873,80 10.695,67
82,07 %

Ambiente

Vegetación

Vegetación (cursos de agua excluidos) % en la UC
Savana Estépica 100,00

Cuencas hidrográficas

Cuenca hidrográfica % en la UC
Jaguaribe 100,00

Biomas

Bioma % en la UC
Caatinga 100,00

Gestión

  • Management Agency: (ICMBIO) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
  • Clase del consejo:
  • Year of creation:

Documentos jurídicos

Documentos jurídicos - ESEC do Castanhão

Tipo de documento Número Acción del documento Fecha del documento Fecha de publicación Observación Descargar
Decreto Criação 27/09/2001 Cria a Estação Ecológica do Castanhão, localizada nos Municípios de Jaguaribe e Alto Santo, no Estado do Ceará, com os objetivos de proteger e preservar amostras do ecossistema de Caatinga ali existentes, possibilitar o desenvolvimento de pesquisa científica e programas de educação ambiental. -

Documento de gestión - ESEC do Castanhão

Tipo de plano Año de aprobación Estágio Observación

Características

A Estação Ecológica do Castanhão foi criada como medida compensatória dos impactos gerados pelo enchimento do Açude do Castanhão. A Estação, que possui uma área de 12.579,20 hectares, está localizada a aproximadamente 270 km de Fortaleza, nos municípios de Jaguaribara, Alto Santo e Iracema.
O clima é tropical austral do Brasil setentrional semi-árido, mediano a muito forte. A pluviosidade anual oscila entre 750 a 1000 mm e a temperatura média é de 27 oC.
A Estação está no chamado Embasamento do Nordeste, na Depressão Sertaneja dos Planaltos Residuais Sertanejos.
O relevo em sua maioria é de suavemente ondulado a ondulado. Os solos são brunos não-cálcicos, mas também ocorrem solos podzólicos.
A principal fisionomia vegetal da Estação é a savana estépica arborizada, de acordo com o mapa de vegetação do Brasil, do IBGE. Possui ecossistema de caatinga. A vegetação nativa é característica de caatinga hiperxerófila com porte arbustivo e densidade tendente a aberta, com adensamento esparsos. As principais espécies encontradas são a Mimosa acustipula (jurema preta) e Croton sp (marmeleiro), indicando estágio da pioneira de sucessão vegetal marcado pela forte ação antrópica.
(Fonte: Ambiente Brasil. Disponível em: http://ambientes.ambientebrasil.com.br. Acesso em 05/08/2013)

Contacto

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA
AVENIDA VISCONDE DO RIO BRANCO, 3.900 - ATAPU
CEP: 60.055-172 - FORTALEZA - CE
TEL: (85) 227-9081
FAX: (85) 272-4034

Noticias

Total del 4 noticias acerca the protected area ESEC do Castanhão en banco de datos RSS

Acceder todas las noticias acerca de esa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.