Parque Estadual do Lajeado

Área 9.931,00ha.
Document area Lei - 1224 - 11/05/2001
Legal Jurisdiction Amazônia Legal
Año de creación 2001
Grupo Proteção Integral
Responsible instance Estadual

Mapa

Municipios

Municipio(s) en que incide(n) la Unidad de Conservación y algunas de sus características

Municipios - PES do Lajeado

# UF Municipality Población (IBGE 2018) Población no urbana (IBGE 2010) Población urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área de la UC en municipio (ha) Área de la UC en municipio (%)
1 TO Lajeado 3.101 607 2.166 32.248,50 1.304,00
13,00 %
2 TO Palmas 291.855 6.599 221.733 221.894,20 10.028,14
100,00 %

Ambiente

Vegetación

Vegetación (cursos de agua excluidos) % en la UC
Savana 100,00

Cuencas hidrográficas

Cuenca hidrográfica % en la UC
Tocantins 100,00

Biomas

Bioma % en la UC
Cerrado 100,00

Gestión

  • Management Agency: (Naturatins) Instituto Natureza do Tocantins
  • Clase del consejo: Consultivo
  • Year of creation: 2001

Documentos jurídicos

Documentos jurídicos - PES do Lajeado

Tipo de documento Número Acción del documento Fecha del documento Fecha de publicación Observación Descargar
Portaria 176 Conselho 06/06/2016 22/06/2016 Sobre a composição do Conselho Consultivo do Parque Estadual do Lajeado, para o biênio 2016/2018.  
Outros s/n Instrumento de gestão - plano de manejo 31/12/2005 31/12/2005 Embora não tenha sido oficializado através de uma portaria ou algum instrumento normativo, o Governo do Estado do Tocantins considera o plano de manejo em anexo. Data acima fictícia (31/12/2005).  
Lei 1224 Criação 11/05/2001 12/05/2001 Cria o Parque Estadual do Lajeado para proteger a fauna, a flora e os recursos naturais, em ordem a garantir o aproveitamento sustentado do potencial turístico, com área de 9.930,92 hectares.  
Lei 1224 Conselho 11/05/2001 11/05/2001 É criado o Conselho Consultivo do Parque cujos membros serão designados pelo Chefe do Poder Executivo, segundo a composição que estabelecer.  
Termo de Compromisso 157 Restauração/recuperação ambiental 19/10/2012 09/11/2012 Termo de Compromisso que entre si celebram O NATURATINS e EMPRESA INTESA - INTEGRAÇÃO TRANSMISSORA DE ENERGIA S. A. O presente termo tem por objeto a conjunção de esforços entre os compromissados para produção, plantio e manutenção de mudas de espécies nativas no interior do Parque Estadual do Lajeado - PEL, de conformidade com o plano de reflorestamento apresentado pela COMPROMISSADA- INTESA ao IBAMA, a fim de atender a exigência de reposição florestal prevista no processo de licenciamento ambiental no. 02001.0077507/2005-22- IBAMA, pertinente à linha de transmissão de 500KV Colinas - Serra da Mesa, trecho 2 da interligação Norte - Sul III. DATA DA ASSINATURA: 19 de outubro de 2012. VIGÊNCIA: O presente Instrumento vigorará por 04 (quatro) anos, contados a partir da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado e/ou alterado por meio de celebração de termo aditivo, para conclusão dos trabalhos constantes do objeto deste termo. SIGNATÁRIOS: Alexandre Tadeu de Moraes Rodrigues: Presidente/ Compromitente Marcelo Pedreira de Oliveira/Gilberto Rodrigues: Representantes/ Compromissados. -

Documento de gestión - PES do Lajeado

Tipo de plano Año de aprobación Estágio Observación
Plano de manejo 2005 Aprovado Fonte: Naturatins, em resposta a ofício encaminhado dvido à elaboração da publicação conjunta ISA/Imazon (ago/2010)
Regularização Fundiária 2010 Aprovado Fonte: Naturatins, em resposta a ofício encaminhado dvido à elaboração da publicação conjunta ISA/Imazon (ago/2010)

Superposición

No hay superposiciones de esa Unidad de Conservación con otras Áreas Protegidas

Amenazas principales

No hay informaciones registradas acerca del tema "Presiones y Amenazas"

Características

O PEL é caracterizado por formações campestres, savânicas e florestais. Foram encontradas 171 espécies de flora, distribuídas em 61 famílias. As espécies principais são: Qualea grandiflora (pau-terra), Curatella americana (Lixeira), Plathymenia reticulata (pau-santo), Vellozia squamata (canela-de-ema), Byrsonima subterranea (murici).
Espécies endêmicas da Fauna: endêmica do cerrado: Thamnophilus torquatus (Choca-de-asa-vermelha), Antilophia galeata(soldadinho), Cyanocorax cristatelus (Gralha-do-campo).
Relevo: Plano Residual do Tocantins: representada pela Superfície Estrutural Tabular (chapada)e pela Frente de Cuesta, superfície intermediária ou vertente escarpada. Depressão do Tocantins: representada por uma superfície pediplanizada desenvolvida.
Solo: Latossolo vermelho-escuro, Podzólico vermelho-amarelo, solos litólicos, gleissolos e solos aluviais.
Geologia: Vários sistemas de falhas, com direção geral norte-sul e mergulhos verticais,encaixado ao Vale do Rio Tocantins.
Hidrologia: O Pel situa-se na bacia do rio Tocantins, sub-bacia do ribeirão Lajeado mais as microbacias do Ribeirão Água Fria, Jaú, córrego Jauzinho e córrego Landi.
Infraestrutura: residência de funcionários, veículos de tração e energia de rede.
(Fonte: Cadastro Nacional de Unidades de Conservação. www.mma.gov.br. Última atualização: 13/07/2007. Acesso em: 29/04/2010).

O Parque Estadual do Lajeado apresenta importantes atributos ambientais, a exemplo das cachoeiras, nascentes, pinturas rupestres e importantes representantes da fauna e
flora, por isso a existência da conservação se torna tão relevante. Entretanto, trata-se de um ambiente muito frágil e necessita de constante monitoramento para que sua
utilização seja sustentável. O equilíbrio ambiental vem por meio das interações entre os diferentes grupos bióticos como animal, plantas, fungos, microorganismos em plena
relação com os fatores físicos (água, solo, clima, temperatura, pressão, relevo).
(Fonte: Elaboração de mapas de Geounidades do Parque Estadual de Lajeado no município de Palmas - TO. Aymara Gracielly Nogueira Colen, Daiane Santana da Silva, Alan Kardec Elias Martins Universidade Federal do Tocantins - UFT. Anais XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Florianópolis, Brasil, 21-26 abril 2007, INPE, p. 2455-2462. www.marte.dpi.inpe.br. Acesso em: 29/04/2010).

Foram identificadas as atividades conflitantes: bovinocultura, invasão, caça, coleta, fogo e expansão urbana. Anteriormente à implantação do Parque, existiu uma estação de piscicultura, hoje desativada.
ACESSO : Localiza-se a leste da capital Palmas, e sua entrada está a aproximadamente 18 km, na TO-020, trecho Palmas-Aparecida do Rio Negro, estrada antiga,não asfaltada.
CLIMA : Úmido a subúmido. Temperaturas médias anuais altas e com pequena oscilação anual. As temperaturas mais elevadas têm início na primavera, quando ocorre o pico do período seco e a baixa nebulosidade. Durante o verão e o outono, a intensa precipitação ameniza a temperatura. O regime de chuvas está concentrado em um período de 5 a 6 meses, com precipatações variando de 100 a 300 mm no ano.
GEOMORFOLOGIA : abrange as unidades geomorfológicas Planalto Residual do Tocantins, onde se destaca a Serra do Lajeado, e Depressão do Tocantins, onde corre o Rio Tocantins.
SOLOS : Latossolo Vermelho-Escuro Distrófico, Podzólico Vermelho-Amarelo Distrófico e solos litólicos.
FAUNA : Durante o levantamento realizado na área de influência do Parque, foram registradas 39 espécies de herpetofauna que, somadas às espécies registradas durante os levantamentos da UHE Lajeado, elevam para 159 espécies. Dentre os anfíbios, 27 espécies foram encontradas em formações florestais, 21 em cerrado senso restrito e 30 em lagos. Foram registradas 219 espécies de aves. Foram registradas 41 espécies de mamíferos, das quais 6 ameaçadas de extinção.
(Fonte: Plano de Manejo, 2005).

Contacto

Chefe da UC: LEONIDIO RODRIGO FERNANDES CUSTODIO, Inspetor de Recursos Naturais (DOE 31/10/2012).

Instituto Natureza do Tocantins - Naturantins
AANE 40 QI 02 Lote 03 Alameda 01
CEP: 77.054-040 - Palmas - TO
Tel: (63) 3218-2600 / 3218-2678
E-mail: naturato@terra.com.br; ucstocantins@naturatins.to.gov.br
Presidente: Isaac Brás da Cunha

Noticias

Total del 82 noticias acerca the protected area PES do Lajeado en banco de datos RSS

Acceder todas las noticias acerca de esa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.