PES do Rio Turvo

Información general

Rio Turvo
Parque Estadual
Estadual
Proteção Integral
73.894 (Lei - 12.810 - 21/02/2008)
2008

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Ciudad Población (IBGE 2007) Población non-urbana (IBGE 2001) Población urbana (IBGE 2001) Departamento Area de la ciudad (ha) Área de la UC em la ciudad (ha) Área de la UC em la ciudad (ha)
Barra do Turvo 7620 5228 2880 SP 100.729 51.827 69.93 %
Cajati 28285 8550 20677 SP 45.493 12.195 16.45 %
Jacupiranga 16112 6998 10043 SP 70.838 10.093 13.62 %

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.


Características

Características

Antes de se tornar Parque Estadual Rio Turvo, a unidade estava situada dentro do Parque Estadual de Jacupiranga, que era considerado um dos maiores parques do Estado com 150 mil hectares.
Em fevereiro de 2008, o Parque Estadual de Jacupiranga recebeu uma nova atribuição e foi subdividido em 14 Unidades de Conservação, formando o Mosaico de Jacupiranga. Uma dessas unidades é o Parque Estadual Rio do Turvo, criado pela Lei Estadual n"12.810, 21 de fevereiro de 2008 localizados nos municípios de Barra do Turvo, Cajati e Jacupiranga.
O nome do Parque faz referência a um dos principais afluentes do Rio Ribeira, o rio é encachoeirado e possui diversas quedas d'água pelo percurso, que alterna trechos mansos e correntezas. O parque se divide em três núcleos que são Capelinha, Serra do Cadeado e Cedro.
O parque possui uma flora com diversas espécies da Mata Atlântica, entre suas espécies estão a canelas, o palmiteiro, a figueiras, coqueiro-jeriva e araucárias, além de uma fauna com diversas espécies de invertebrados, anfíbios, répteis, aves e mamíferos, entre seu bioma possuem espécies ameaçadas de extinção como papagaio de peito roxo e onça pintada.
Os três núcleos oferecem aos visitantes atividades ecoturísticas, com atrações como o Mirante do Aleixo, lugar a 1,1 mil metros de altitude que permite observar a cidade de Cajati e o mar de morros do parque; o Mirante do Guaraú, considerado um dos melhores pontos de vôos de paragliders e asa-delta do sul do Estado; Cachoeira do Azeite, situada na nascente do Rio Azeite; a Gruta da Capelinha, onde ficou escondido o capitão Lamarca na década de 60; a Trilha da Cachoeira e a Trilha das Andorinhas.
Com 73.893,87 hectares, o Parque mantém uma relação muito forte com as comunidades locais. Atualmente, residem no entorno do parque vários grupos de populações tradicionais como quilombolas e caboclos, que viviam na região antes da criação da unidade. Essas comunidades se juntaram para criação de sindicatos, associações e cooperativas que criam projetos para promover a melhoria de vida da comunidade interagindo com a natureza.
(Fonte: fundação Florestal. Disponível em: fflorestal.sp.gov.br. Acesso 03/07/2013)

Observaciones

Desmembrada do PES de Jacupiranga, pela Lei 12.810 de 21/02/2008. Integra o Mosaico de UCs do Jacupiranga.


Physical Aspects

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Sobreposición Categoria de la sobreposición Porcentaje de la sobreposición
Pedra Preta/Paraiso QUI 0.72

Biomas

Bioma % en la UC
Mata Atlântica 100.00

Fitofisionomias

Tipo de vegetación (con exclusión de las masas de agua) % en la UC
Contato Floresta Ombrófila densa-Floresta Ombrófila Mista 62.90
Floresta Ombrófila Densa 37.10

Cuenca hidrográfica

Cuenca % en la UC
Litoral SP, PR e SC 2.15
Ribeira 97.85

Contactos


Noticias

Las noticias publicadas aquí se buscan a diario en distintas fuentes y transcribe como se presenta en su canal original. El Instituto Socioambiental no se hace responsable por errores u opiniones publicadas en estos textos.

Juridical Documents

Tipo de documento Numero Acción Fecha del documento Fecha de publicaciónsort icon Observación Documento na íntegra
Lei 12.810 Criação 21/02/2008 22/02/2008 Altera os limites do Parque Estadual de Jacupiranga, atribui novas denominações por subdivisão, reclassifica, exclui e inclui áreas que especifica, institui o Mosaico de Unidades de Conservação do Jacupiranga e dá outras providências.Artigo 5º - o território original do Parque Estadual de Jacupiranga, alterado pelas áreas reclassificadas, excluídas e incluídas, definidas respectivamente, nos artigos 2º, 3º e 4º desta lei, passa a ter a área total de 154.872,17 ha e fica subdividido em três parques estaduais, os quais passam a ser denominados e descritos na seguinte conformidade:I - Parque Estadual Caverna do Diabo;II - Parque Estadual do Rio Turvo;III - Parque Estadual do Lagamar de Cananéia.Artigo 6º - Ficam instituídas as RDSs, nas áreas reclassificadas conforme incisos I, II, III e IV do artigo 2º, especificadas nos incisos de I a V deste artigo, perfazendo a área total de 12.665,06 ha, descritas na seguinte conformidade:I - RDS Barreiro/Anhemas, destinada às comunidades tradicionais da região Barreiro/Anhemas;II - RDS dos Quilombos de Barra do Turvo, com área total de 5.826,46 ha;III - RDS dos Pinheirinhos, destinada às comunidades tradicionais de Pinheirinho do Franco, Areia Branca e Pinheirinho das Dúvidas; IV - RDS de Lavras, com área destinada aos moradores tradicionais da própria área e outros oriundos de remanejamentos do Parque Estadual do Rio Turvo;V - RDS de Itapanhapima, destinada à população tradicional de Itapanhapima, Retiro, Bombicho e outras oriundas de realocação do Parque Estadual Lagamar de Cananéia, e aos pescadores artesanais de Cananéia.


comments powered by Disqus