Reserva Biológica do Culuene

Area 3,900.00ha.
Legal Jurisdiction Amazônia Legal
Year created 1989
Group Proteção Integral
Responsible instance Estadual
Document Decreto - 1.387 - 10/01/1989

Map

Municipalities

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municipalities - REBIO do Culuene

# UF Municipality Population (IBGE 2018) Non-urban population (IBGE 2010) Urban population (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) CA area in the municipality (ha) CA area in the municipality (%)
1 MT Paranatinga 22,246 4,475 14,815 2,416,244.40 3,900.61
100.00 %

Environment

Vegetation

Vegetation (water courses excluded) % in the CA
Savana 100.00

Watersheds

Watershed % in the CA
Xingu 100.00

Biomes

Biome % in the CA
Cerrado 100.00

Management

  • Management Agency: (CUCO) Coordenadoria de Unidades de Conservação
  • Type of council: Consultivo
  • Year of creation: 2014

Juridical Documents

Juridical Documents - REBIO do Culuene

Document type Number Document action Document date Publishing date Observation Download
Decreto 1.387 Criação 10/01/1989 10/01/1989 Fica reservada para fins de criação da Reserva Ecológica Estadual do Culuene, a área de 3.900 hectares, localizada no Município de Paranatinga, para preservação da flora e da fauna matogrossenses, pois são altos os índices de redução da cobertura florestal, principalmente nas cabeceiras e nas margens dos rios e ainda com trabalhos de garimpagem desordenada que provocam o assoreamento dos rios.  
Portaria 723 Alteração de categoria 26/09/2011 26/09/2011 Fica recategorizada como Reserva Biológica a unidade de conservação atualmente denominada Reserva Ecológica estadual do Culuene.  
Portaria 622 Conselho 15/12/2014 18/12/2014 Cria o Conselho Consultivo Da Reserva Biológica do Culuene.  

Management documents - REBIO do Culuene

Plan type Approval year Phase Observation

Sobreposições

Não existem sobreposições desta Unidade de Conservação com outras Áreas Protegidas.

Principais Ameaças

Não há informações cadastradas sobre o tema "Pressões e Ameaças".

Characteristics

Histórico

A Reseva Biológica (Rebio) do Culuene foi criada pelo Decreto no 1.387, de 10 de janeiro de 1989. É uma unidade de conservação de instância estadual cujo órgão gestor é a Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso. Possui uma área de 3.900 hectares localizados no município de Paranatinga, MT. A área da Rebio surgiu a partir do desmembramento da área maior denominada "Gleba Pantanalzinho" também de domínio do Estado de Mato Grosso (Mato Grosso, 1989).


A unidade de conservação foi criada primeiramente como Reserva Ecológica. A Portaria no 723, de 26 de setembro de 2011, recategorizou como Reserva Biológica para assim se enquadrar nas categorias presentes no http://uc.socioambiental.org/o-snuc/o-que-%C3%A9-o-snuc">SNUC.


Até agosto de 2018 a Rebio ainda não possuía plano de manejo.

O conselho consultivo estabelecido através da Portaria no 622, de 15 de dezembro de 2014 tem servido como fórum de gestão. Segundo a Secretaria do Estado do Mato Grosso a regularização fundiária da Rebio já foi realizada e é considerada como completa (Unidades de Conservação do Mato Grosso).



Localização

As águas servem de fronteira para a Reserva: localizada na porção sudeste do Estado, é limitada à esquerda pelo Rio Culuene, importante afluente do rio Xingu, e à direita, pelo córrego Rio Grande. A Rebio está inserida dentro da Bacia do Xingu.



Bioma e geomorfologia

Inserida na porção central do cerrado brasileiro, encontra-se no domínio macropaisagístico denominado Planalto dos Guimarães, depressão interplanática de Paranatinga e Província Serrana. Sua geomorfologia pertence ao Grupo Alto Paraguai: Formação Araras, Formação Raizana; Grupo Paraná, Formação Aquidauana e Formação Bauru.



Fitofisionomia e biodiversidade

Sua vegetação é formada por Cerrado Arboréo aberto com e sem Floresta de Galeria - constituído, assim, área de tensão ecológica de contato entre o Cerrado, a Floreta Estacional e a Floresta Estacional Semidecidual. As matas preservadas na reserva servem de abrigo para animais como o cervo (Blasteocerus dichotomus), cateto (Tayassy tajacu), paca (Agouti paca), capivara (Hydrochoerus hydrochaeris), onça-pintada (Panthera onca) e aves como: o pato-do-mato (Cairina moschata), garça (Casmerodius albus), arara-vermelha (Ara chloroptera), tucano (Ramphastos toco), dentre outros (SEMA, 2002).



Ameaças

Os principais problemas que afligem a região são as queimadas, a pressão provocada pela expansão da fronteira agropecuária, a contaminação do rio por agrotóxicos, além de o seu entorno estar altamente comprometido por propriedades particulares. Também vale dar destaque a Pequena Central Hidrelétrica Paranatinga II construída no Rio Culuene no Mato Grosso (SEMA, 2002).



Referências:
MATO GROSSO (Estado). Decreto Estadual No 1.387, de 10 de janeiro de 1989. Reserva área juriadição e domínio de Estado de Mato Grosso para fins de criação de Reserva Ecológica no Município de Paranatinga.
Unidades de conservação do Mato Grosso (SEMA) - http://www.sema.mt.gov.br/"> http://www.sema.mt.gov.br/. Acesso em: 11 de março de 2015.

Contact

Secretaria de Estado de Meio Ambiente - SEMA/MT
Rua C, esquina com a Rua F - Centro Político Administrativo
CEP: 78050-970 - Cuiabá - MT

News

Total of 8 news about the protected area REBIO do Culuene in the database. RSS

View all news from this protected area

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.